Brasileiro: Mancini exige saída de bola, marcação e finalização

502

O Vitória prosseguiu na manhã nublada deste sábado (14), com a preparação do time para o próximo compromisso pelo Brasileiro, na segunda-feira (16), contra o Santos, no Pacaembu (SP).

Com Vagner Mancini no comando, os jogadores participaram de um treino técnico, após o aquecimento com o preparador físico Lucas Itaberaba. O trabalho se desenrolou no campo 1 do Centro de Treinamento Manoel Pontes Tanajura.

As atividades começaram com liberação miofascial, alongamentos dinâmicos e joguinhos de 4 contra 2 em três quadrados, com a coordenação de Itaberaba e o assistente Lucas Penha.

Os goleiros Fernando Miguel, Caíque, Gustavo, Ronaldo e Wallace, inicialmente, realizaram um treino específico comandado pelo treinador Washington Rufino.

Mancini dividiu três equipes com oito jogadores cada e orientou um trabalho com ênfase nas duas linhas de quatro. Enquanto um time atacava com a finalidade de marcar o gol, o outro, quando conseguia recuperar a bola, após dez toques consecutivos, tinha que ultrapassar a linha divisória do meio-campo. A ação durava dois minutos.

Os jogadores voltam a treinar neste domingo (15), às 7h30, e, em seguida, os relacionados por Mancini irão para o aeroporto e embarcam às 11 horas com destino à capital paulista.

Arbitragem

Escalado para apitar nesta segunda-feira (16), em São Paulo, será o primeiro jogo do Vitória comandado pelo catarinense Bráulio da Silva Machado no Brasileiro da Série A. Porém, ele já trabalhou este ano em uma partida do rubro-negro: no dia 22 de fevereiro, pela segunda fase da Copa do Brasil, Vitória 3 x 2 Bragantino, no Manoel Barradas.

Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC-CBF)

Assistente 1: Carlos Berkenbrock (SC-CBF)

Assistente 2: Helton Nunes (SC-CBF)

Quarto Árbitro: Henrique Neu Ribeiro (SC-CBF)

Assistente Adicional 1: William Machado Steffen (SC-CBF)

Assistente Adicional 2: Evandro Tiago Bender (SC-CBF)

COMPARTILHAR