Brasileiro pode observar chuva de meteoros a partir de hoje

298
Foto Ilustrativa

Chuva de meteoros Geminids poderá ter até 150 meteoros a cada hora. Saiba como observar todas elas!

Meteoro é o nome científico de “estrela cadente”. Quando ocorre uma chuva de meteoros podemos ver as “estrelas cadentes” riscando o céu, como se rastros luminosos caindo do céu.

Entre as noites de 06 a 14 de dezembro o céu do Brasil será infestado de meteoros. Serão oito chuvas de meteoros, sendo que seis delas irão ocorrer próximas entre si, incluindo a belíssima chuva de meteoros Geminids que proporciona a observação de 150 meteoros a cada uma hora.

Sem dúvida será um belíssimo espetáculo no céu para ser observado a olho nu, principalmente, para os observadores localizados nas cidades que possuem pouca ou nenhuma poluição luminosa.

Quem poderá observar?

Qualquer observador localizado no Brasil, desde que esteja localizado numa cidade com pouca ou nenhuma poluição luminosa, tendo um céu sem nuvens e sem nebulosidade.

Resumo: melhor noite de observação ocorrerá em 06 de dezembro de 2020, a partir das 20 horas (aproximadamente), com previsão variável na quantidade de meteoros, podendo chegar até 100 meteoros por hora e magnitude de 2.8. A Lua não atrapalha as observações dos meteoros.

Pelo histórico, a chuva Phoenicids possui uma variação acentuada, quando analisada sua taxa horária zenital. Por isso, a previsão é entre 3 a 100 meteoros a cada uma hora. Durante essa chuva de meteoros, para esse ano a Lua não irá ofuscar o brilho dos meteoros. Será uma bela chuva de meteoros para ser contemplada fora das cidades com poluição luminosa. Nas cidades com poluição luminosa, por causa da magnitude prevista de 2.8, a observação a olho nu será prejudicada, porém vale tentar observar.

A constelação da Fênix pode ser observada logo após o pôr do Sol, bem alta no céu, no horizonte sul, localizada um pouco mais abaixo em relação ao ponto mais alto do céu.

Explicando melhor, logo após o pôr do Sol, para auxiliar a localização dessa constelação no céu, o observador deverá saber que, após ter localizado o horizonte sul, basta subir os olhos cerca de 60 graus e contemplar a região que irá ocorrer o radiante da chuva. Outra referência para localizar essa constelação é identificar a estrela brilhante Achernar (magnitude 0.4) da constelação do Erídano, que está próxima da constelação da Fênix. Vale tentar observar essa bela chuva e torcer para que tenhamos mais de 100 meteoros a cada uma hora.

A observação dessa chuva para a noite de 06 de dezembro de 2020 pode ocorrer a partir das 20h.

COMPARTILHAR