Brasileiro: Vasco tem novidades e Bahia busca manter invencibilidade

245
Foto: Assessoria EC Bahia

Clayton contratado recentemente (foto), é o rosto mais conhecido entre as novidades relacionadas pelo técnico Vanderlei Luxemburgo para o confronto com o Bahia, neste sábado, às 11h, em São Januário. Destaque no Brasileiro de 2015, o atacante, de 23 anos, emprestado até dezembro pelo Atlético Mineiro, tem confiança de sobra para reencontrar o bom futebol e ajudar o Vasco a chegar na zona de classificação da Sul-Americana.

“Sou um cara diversificado. Faço as quatro funções da frente. Subi da base fazendo centroavante e beirada pela esquerda, são as funções que mais gosto”, disse Clayton.

Regularizado e à disposição de Luxa, o atacante não será a única novidade na Colina. Na ‘dança’ das cadeiras, Valdívia, por opção técnica, e Bruno César, com uma fascite plantar, não foram relacionados e abriram espaço para as promessas da equipe sub-20.

Observado no último mês, Kaio Magno, o Somália, de 20 anos, chamou a atenção pelo golaço do meio de campo num treino. Ele é irmão de Talles Magno, convocado pela Seleção sub-17. Vice-artilheiro do Brasileiro Sub-20, Figueiredo, de 18, aumenta o leque de Luxa para o carente setor.

No meio de campo, o volante Bruno Gomes e o apoiador Gabriel Pec, ambos de 18, são as apostas. Sem jogar desde a estreia no Brasileiro, em abril, Ribamar foi reintegrado depois do realizar um trabalho de recuperação com o auxiliar Ramon Menezes.

Bahia

Sem perder nos últimos sete jogos que disputou pela competição, o Tricolor entrou de vez na luta por uma vaga na Libertadores do ano que vem. Com 27 pontos, a equipe baiana ocupa a 8° posição, com o mesmo número de pontos do Internacional, que é o primeiro clube na zona de classificação para a competição continental.

Além disso, a equipe comandada por Roger Machado atingiu outra marca expressiva. Com dois jogos ainda a disputar até o fim do primeiro turno, o Esquadrão já ultrapassou a melhor marca no turno inicial do Brasileiro. Até então, a melhor campanha do clube tinha sido no ano passado, quando marcou 25 pontos em 19 jogos.

Para a partida, o Bahia não poderá contar com o atacante Artur, convocado para a Seleção Brasileira Olímpica. A tendência é que Élber o substitua, mas Arthur Caike corre por fora. Outra dúvida na equipe que começa contra o Vasco está no meio de campo. Ronaldo e Guerra brigam por uma vaga. Se Roger Machado optar por Ronaldo, o Tricolor em teoria entra em campo com uma equipe mais defensiva. Já com Guerra o Bahia ganha mais criatividade e chegada ao ataque.

Outros desfalques do Tricolor para o jogo são o volante Elton, que, com dores no joelho, não treinou com o grupo durante a semana, o zagueiro Ernando, ainda se recuperando de uma cirurgia, e o atacante Rogério, em processo de transição.

Vantagem Tricolor

Em toda a história dos joos, Bahia e Vasco já se enfrentaram em 54 vezes. O Tricolor levou a melhor em 21 vezes, o Vasco em 16 e 17 jogos terminaram empatados. O Esquadrão também leva vantagem no número de gols marcados. Foram 71 a favor, contra 58 do Cruzmaltino.

COMPARTILHAR