Brasileiro: Vitória completa 5º jogo sem vencer

79
Foto: Pietro Carpi / EC Vitória

Diante do Botafogo, cada equipe tem um jogador expulso e, diante de um cenário de pouca criatividade, resultado acaba sendo ruim para os dois

Atuar em tem sito traumático para o Vitória e fora de casa é a “kriptonita” do Botafogo. O Alvinegro, mais uma vez, teve uma atuação sem graça longe do Rio de Janeiro e não saiu do empate por 0 a 0 com o Vitória – que não vence pela 5ª seguida; 3 em casa – na noite de quarta-feira, 29/9, no Estádio Manoel Barradas, em partida válida pela 27ª rodada da Série B do Brasileirão.

O Botafogo desperdiçou a chance de abrir uma vantagem para o 5º colocado. Com o empate, o Alvinegro chegou a 48 pontos e é o vice-líder da competição. O Vitória, por sua vez, está na zona de rebaixamento: 18ª posição com 26.

Sem tempo para descansar. O Vitória volta aos gramados já nesta sexta-feira para enfrentar o Goiás no Estádio da Serrinha às 16h. O Botafogo entra em campo no dia seguinte para um confronto direto pela disputa no G4: o Alvinegro enfrenta o Avaí no Estádio Nilton Santos às 19h.

A partida começou a mil. O Botafogo criou duas chances promissoras em cinco minutos, mas parou em finalizações ruins. Tudo se desenhava para um jogo agitado e de chances abertas, mas o ímpeto alvinegro parou por aí, com a equipe diminuindo o ritmo.

Pelo lado do Vitória, a equipe mostrou dificuldade para criar jogadas e furar a defesa do Botafogo. O primeiro tempo, tirando os minutos iniciais, foi de poucas emoções, o que ajudou a explicar o placar de 0 a 0 no intervalo.

Se o começo do primeiro tempo foi de pressão do Botafogo, a metade inicial da etapa inicial foi rubro-negra. Bem mais atento, o Vitória ofereceu perigo ao Alvinegro principalmente por meio dos cruzamentos, levando a melhor no alto na maioria dos lances contra os zagueiros adversários.

Justamente no melhor momento do Vitória no jogo, quando o Leão pressionava no alto e na saída de bola, o Botafogo sofreu um baque: Kanu levou dois cartões amarelos em um curto período de tempo e, consequentemente, foi expulso. Com um a mais, os donos da casa foram ainda mais para cima.

Um jogador a mais, pressão, atuando em casa… O treinador Wagner Lopes tinha um cenário ideal de ataque e resolveu reforçar o setor, tirando Guilherme Rend, volante, e colocando Samuel, atacante. A questão é que o atleta nem ficou cinco minutos em campo: logo no primeiro lance no gramado, deu uma cotovelada em Gilvan e foi expulso. Dez contra dez.

Se a coisa já estava difícil com os times completos, com um jogador a menos de cada lado ficou ainda mais complicado. Após Samuel ter sido expulso, o Botafogo ensaiou uma pressão nos minutos finais e chegou a marcar com Rafael Moura, mas o VAR anulou. Ao apito final, resultado ruim para os dois.

Ficha Técnica

Vitória 0 x 0 Botafogo

Data e horário: 29/09/2021, às 21h30

Local: Manoel Barradas, em Salvador (BA)

Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP)

Assistentes: Evandro de Melo Lima (SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)

VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (FIFA – SP)

Cartões amarelos: Raul Prata, Guilherme Rend, Pablo Siles e Samuel (VIT); Marco Antônio e Kanu [2] (BOT)

Cartões vermelhos: Kanu (BOT) e Samuel (VIT)

Vitória: Lucas Arcanjo; Raul Prata, Matheus Mores, Wallace Reis, Renan Luis; Pablo Siles (Caíque Souza 15’/2ºT), Guilherme Rend (Samuel 32’/2ºT), João Pedro; Bruno (Gabriel Bispo 39’/2ºT), Manoel, Roberto. Técnico: Wagner Lopes.

Botafogo: Diego Loureiro; Jonathan Lemos (Daniel Borges/Intervalo), Kanu, Gilvan, Carlinhos; Luís Oyama, Barreto; Marco Antônio (Warley/Intervalo), Chay (Ewerton 26’/2ºT), Diego Gonçalves; Rafael Navarro (Rafael Moura 43’/2ºT). Técnico: Enderson Moreira.

COMPARTILHAR