Brasileiro: Vitória só empate com a Ponte em casa

33

Resultado não ajuda o Leão na luta para se afastar das últimas posições, enquanto a equipe de Campinas segue distante de uma vaga no G4

Em situações opostas no Campeonato Brasileiro da Série B, Vitória e Ponte Preta se enfrentaram na tarde desta sexta-feira, 20/11, no estádio Manoel Barradas, em Salvador.

Com o placar final zerado, a equipe de Eduardo Barroca chegou aos 25 pontos, conseguindo subir um degrau, alcançando a 15ª colocação. Já os comandados de Marcelo Oliveira, que miravam encostar nos rivais que hoje estão no G4, acabaram caindo para 7ª posição, porém somando agora 33 pontos.

O jogo

Com um início sem grandes emoções, tanto o Vitória, quanto a Ponte Preta, nos primeiros 10 minutos, praticamente apenas se estudaram em campo. Com isso, nenhuma equipe finalizou contra a meta adversária, deixando os goleiros Ronaldo e Ygor, tranquilos.

Aos poucos, o time de Campinas foi melhorando no duelo, conseguindo aparecer mais em seu campo de ataque. Sendo assim, em duas chances, sendo a primeira com Camilo arriscando um bonito chute para a defesa do camisa 1 do Leão, na segunda, por muito pouco, os visitantes não abriram o marcador após Rafael Carioca tentar afastar a tentativa de Apodi, quase fazendo contra.

Depois da pausa para a hidratação dos atletas, o jogo acabou esfriando um pouco. Em raras jogadas para ambos os lados, foi a deixa para a arbitragem colocar um ponto final na etapa.

Já no segundo tempo, o técnico da Ponte, Marcelo Oliveira, optou por colocar Matheus Peixoto no lugar de Wanderley, renovando seu poder de ataque. Entretanto, quem iniciou melhor foi o Vitória que, por sua vez, chegou com mais intensidade no campo de defesa rival, fazendo com que Eduardo Barroca, minutos mais tarde, promovesse algumas trocas no time.

Com o tempo passando, a equipe do interior de São novamente passou a comandar mais as ações em campo. Até meados dos 30 minutos, apesar de toda a insistência de Bruno Rodrigues e companhia, nenhum lance causou perigo ao gol de Ronaldo, fazendo com que novamente o treinador recuassem para suplentes.

Já na reta final de confronto, bem que os donos da casa tentaram abrir o placar em um lance de perigo, com o goleiro Ygor conseguindo tirar dos pés de Júnior Viçosa. Porém, nem mesmo os minutos de acréscimos foram suficientes para ambas as equipes encontrarem, ao menos, um tento, terminando a partida sem gols no Barradão.

COMPARTILHAR