Caixa oferece cartão para aposentados negativados

943

O produto é isento das consultas de proteção ao crédito nas plataformas do SPC e Serasa

Com a crise econômica causada pela pandemia, ter um cartão de crédito pode não ser a melhor das opções. Somada aos altos juros do mercado convencional, a ferramenta pode atrapalhar no orçamento caso não seja bem utilizada.

Para facilitar a vida de quem é correntista ou não, a CEF (Caixa Econômica Federal) anunciou a oferta do cartão Caixa Simples, disponível até mesmo para quem está negativado. Isso porque o requerente está isento das consultas de proteção ao crédito nas plataformas do SPC e Serasa.

Outra vantagem está na isenção do pagamento da anuidade, comum ao serviço. O usuário deverá apenas pagar a taxa única no valor de R$ 15,00, referente à emissão do cartão. O valor pode ainda ser diluído em até 3 vezes na fatura.

Taxas de juros e outros benefícios

Sobre as taxas de juros, o serviço também merece destaque, visto que o percentual cobrado ao mês é até 3 vezes mais em conta se comparado a um cartão tradicional. No caso do rotativo, um dos maiores encargos do mercado, esse número chega a apenas 2,70%.

O titular também pode converter até 95% do limite disponível em dinheiro na conta. Contudo, para a operação, é incluído juros rotativos + IOF, a partir da data de contratação do serviço.

Entre demais benefícios oferecidos pelo produto está a função internacional, que permite compras no Brasil ou exterior, com bandeira Elo. As transações podem ser tanto em lojas físicas quanto virtuais.

O Caixa Simples também oferece descontos exclusivos por meio do Clube Elo Mania e a possibilidade de solicitar serviços de reparos domésticos, como revisões elétricas e hidráulicas, instalação de prateleiras, etc., e de forma gratuita.

Quem pode contratar o Caixa Simples?

O acesso ao produto Caixa Econômica é restrito ao grupo de aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), com menos de 75 anos de idade. Por meio de crédito consignado, parte do valor da fatura, cerca de 5%, é descontado automaticamente do benefício.

COMPARTILHAR