Campeonato Baiano: Só a vitória interessa

591
Fotos: Assessoria EC Vitória

Com o time treinado, Vagner Mancini encerra atividades com um recreativo e relaciona 23 atletas para o clássico, neste domingo (8), no Manoel Barradas

No embalo da torcida, o Vitória complementou, no sábado (7), a preparação do time para a grande decisão no domingo (8), às 16h, no Barradão, em Salvador (BA). O rubro-negro busca o 30º título na história e mais um tricampeonato. E, se depender do calor da torcida, todos os caminhos levam ao triunfo. O torcedor deu mais um show no segundo treino fechado do ano, incentivando o time e mostrando estar fechado com o Leão.

Foi um dia em família. Os portões do Barradão abriram para o torcedor antes das 9h30, com a loja, bar e parquinho para a nação os pais e filhos rubro-negros. Com o time ajustado após os treinamentos desde terça-feira passada, o técnico Vagner Mancini preferiu realizar um recreativo de dois toques no local do jogo e com os torcedores nas cadeiras. Os atletas foram aplaudidos no acesso ao campo e ouviram os gritos e cânticos de guerra da galera.

Descontraído, o recreativo teve a vitória do time comandado pelo zagueiro Kanu sobre o de Caíque, por 3 a 0, com gols de Lucas Marques, Yago e Nickson. Ao fazer o gol, Yago correu para a torcida, subiu no alambrado e foi só festa.

 

Homenagem

Ao final do recreativo, os atletas foram próximos aos torcedores, para agradecer o incentivo, e o presidente Ricardo Davi entregou a Fernando Miguel uma camisa com o número 150, total de jogos completados por ele no BAVI passado, e uma placa. Emocionado, Fernando retribuiu o carinho, falando do seu orgulho de ter alcançado a marca com o manto vermelho e preto.

O dia também foi especial para o torcedor Antônio Carlos, que já se tornou conhecido pela nação rubro-negra após demonstrar todo o amor pelo clube nas redes sociais. “Sr. Vitória”, como é conhecido entre os amigos, acompanhou o treino de pertinho, bateu um papo com os atletas e comissão técnica, além de ter ganhado, das mãos do presidente Ricardo David, uma camisa com o número 12, a numeração pedida pelo próprio torcedor. “Queria muito este número. Me sinto o eterno 12º jogador”, disse.

O capitão Willian Farias também fez sua parte. O Capita presenteou Antônio com um sócio SMV Prata. “Sou sócio desde a década de 90, mas este ano faltou dinheiro. É um amor que não cabe mais no coração”, disse Antônio.

Vagner Mancini relacionou 23 jogadores para o clássico no domingo e a concentração já foi iniciada na chácara Vidigal Guimarães.

Mancini relacionou os goleiros: Ronaldo, Fernando Miguel e Caíque; laterais: Pedro Botelho, Lucas e Juninho; zagueiros: Léo Gomes, Walisson Maia e Bruno; volantes: Léo Xavier, Uillian Correia, Fillipe Soutto, Willian Farias, José Welison, Rodrigo Andrade e Lucas Marques; meias: Nickson, Jhemerson, Guilherme Costa e Alexander Baumjohann e atacantes Neílton, Jonatas Belusso e Luan.

COMPARTILHAR