Candeias: Administração do hospital é da Secretaria, afirma interventora federal

488
Fotos: Assessoria vereador Arnaldo Araújo (MDB)

A nova interventora federal, advogada Cláudia Viana, no Hospital José Mário dos Santos (Ouro Negro) foi enfática ao afirmar que cabe a Secretaria de Saúde de Candeias, na Região metropolitana a 46 km de Salvador, a gestão da unidade, e não a ela. Isso ocorre há algum tempo. Não posso precisar, mas sei que desde minha chegada é sim. Os responsáveis são o prefeito e a secretária de Saúde.

O fato do erro no preparo do corpo do bebê, publicado na imprensa baiana, despertou a atenção dela que já comunicou ao juiz Ávio Mozart a situação. Inclusive, em razão da pandemia do covid-19, ainda não teve acesso aos autos judiciais da intervenção. Ela tomou acento no mês de fevereiro e, por causa do feriado seguido da pandemia (a Justiça Federal está em recesso pois funciona apenas de forma virtual), tem dificuldade de acessar os autos atualmente. Mas conhece a origem do processo..

Cabe a Secretaria de Saúde de Candeias escolher a gestão administrativa, médica e financeira. Os atos de nomeação, exoneração, contratações gerais são  exclusivos da secretária. A advogada Cláudia Viana deixou claro a situação.

A audiência, que se realiza agora, foi aberta à imprensa e assessores. Antes, havia a informação da diretoria da Câmara que apenas os vereadores teriam acesso, o que não se confirmou.

Participam da audiência os vereadores: Arnaldo Araújo, Diego Maia, Edmilson Amaral, Fernando Calmon, Gérson Conceição, Jorge Moura, Lucimeire Magalhães, Maria Rita, Nairvaldo Santana, Reigilson Soares, Ronaldo Neves, Rosana Souza e Sílvio Correa.

Detalhes mais tarde.

COMPARTILHAR