Candeias: Agentes culturais e músicos iniciam formação no Neojibá

415

Diversos artistas estiveram presentes na capacitação para mestres de fanfarras e filarmônicas, evento que está acontecendo na cidade de Salvador – BA, nas instalações do Teatro Castro Alves – TCA e colégio Odorico Tavares e que seguirá por todo o ano de 2017.

A ação é mais um dos desdobramentos da reunião ocorrida no último dia 14 de março entre Carlos Martins – Secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia, e os gestores culturais do município de Candeias, o artista visual Fábio Barata, o Diretor de Cultura Jean Souza e o Secretário de Cultura, Turismo e Juventude, Cassio Vinícius, com vista a ampliar diálogos de cooperação/parcerias entre a Prefeitura de Candeias e o governo do Estado.

No último dia 30 de março estiveram em Candeias o maestro Helder Passinho – Coordenador de projetos do Neojiba e Ana Vilas Boas – da comissão de acompanhamento e monitoramento do Neojiba. A visita teve o caráter de traçar um diagnóstico das práticas das fanfarras e da Filarmônica do município. Encontro que fomentou a necessidade da atualização aos mestres e músicos e visto como algo inovador para o segmento.

A formação iniciada para esses artistas e agentes culturais reforça o desejo de movimento cultural tão motivada na atual gestão. Olhando para esse movimento Vilas Boas acrescenta que: “… a presença do pessoal na capacitação é uma importante iniciativa dos mestres de fanfarras e dos membros da Filarmônica de Candeias em participar desta capacitação com outros parceiros do Neojibá. Demonstra a vontade de aprender, compartilhar suas experiências e inovar na prática musical. Estamos felizes por terem aceitado o nosso convite. Acredito que começou bem a nossa parceria”.

O diretor da SECULT e Coordenador das fanfarras e filarmônica de Candeias avaliou como positiva essa etapa das ações ao segmento, reiterando o comprometimento em fazer com que esse movimento seja potencializado e efetivo: “a formação aos mestres de fanfarras e aos músicos da filarmônica contribuem para uma produção musical de qualidade e agregadora de valores a serem desdobrados, como exemplo, a multiplicação de novos agentes e de futuros mestres nessa área”.

É nessa linha que a Secretaria de Cultura, Turismo e Juventude com apoio do prefeito Dr. Pitagoras Ibiapina, afirma o secretário Cássio Vinicius, tem alicerçado as bases filosóficas, sociais e culturais na promoção do que lhe é de competência: gerir a cultura, movimentá-la, torná-la viável, autônoma e emancipatória.

COMPARTILHAR