Candeias: Autarca indica deputados como “testemunhas” no caso dos respiradores

756
Deputados estadual Niltinho Bastos e federal Cacá Leão, ambos do PP

Eles devem prestar depoimento sobre o que sabem na compra supostamente superfaturada dos 8 respiradores que custaram R$ 1,4 mi, os mais caros do Brasil em 5 meses

O autarca de Candeias, na Região Metropolitana de Salvador a 46 km de Salvador, apresentou à Comissão Processante da Câmara Municipal os nomes dos deputados estadual Nilton Bastos (Niltinho) e federal Cacá Leão, ambos do PP, o mesmo partido do gestor, como testemunhas de defesa no caso que investiga a compra supostamente com subrepreço de 8 respiradores por R$ 1,4 milhão, ou R$ 175 mil cada um, no que são considerados os mais caros do Brasil neste período de pandemia.

A supersecratria secretária de Saúde não foi arrolada porque assinou o contrato de compra.

A cidade tinha 9 respiradores. Pelo excesso, o Governo da Bahia requisitou administrativamente 7 aparelhos, e a Prefeitura foi obrigada a ceder. Não se tem notícia de que os 10 que ficaram em Candeias foram usados ao mesmo tempo. O Hospital José Mário dos Santos (Ouro Negro) não apresenta condições para doentes graves. O aparelho de ultrassonografia está desativado pois os médicos que o operam foram demitidos no começo da pandemia.

A cidade, dirigida por um médico, está entre as 15 com mais casos de covid-19 na Bahia com 36 mortes e 1.774 registros, ou seja, 2% da população foi contaminada nesse período pela covid-19.

A Comissão, instalada no mês de julho passado na Câmara Municipal, apura as condições em que a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, fez a compra sem licitação, por causa da pandemia, na empresa Manupa Comércio, Exportação e Importação de Equipamentos e Veículos adaptados Eireli, que fica no Bairro Pitangueiras, em Lauro de Freitas, cidade onde os dois deputados indicados têm base eleitoral.

Analistas políticos e jurídicos questionam o quanto sabem os dois parlamentares sobre a aquisição dos equipamentos. Qual a participação (conhecimento) dos deputados na compra dos respiradores que possam ajudar na defesa do autarca??? Perguntam.

Segundo ainda interlocutores contatados pelo Tudo News indicam que o objetivo parece ser protelar as ações da Comissão Processante onde o autarca é minoria. A comissão tem como presidente o vereador Fernando Calmon (PSD) e integrantes Rosana Souza (Podemos), ambos oposição, e Maria Rita (PP), da base do prefeito.

A tentativa de atrasar pode ser frustrada porque hoje com o novo coronavirus a notificação por ser feita via App (Telegram, WhatsApp), etc.

Tentativas de barrar

Por duas vezes, o autarca e aliados tentaram barrar o funcionamento da Comissão Processante na Justiça. Em ambas, os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal), Marco Aurélio, no caso do pedido da defesa do autarca, e Ricardo Lewandowski, no caso da solicitação do vereador Sílvio Correa (PV), negaram e mantiveram o funcionamento da investigação.

A comissão se reuniu na última quinta-feira, 13/08, iniciou os trabalhos e, por unanimidade (3 votos 0) decidiu pela continuidade da apuração.

COMPARTILHAR