Candeias: Biblioteca Itinerante vai estar hoje, 21, em Mangabeira

372

O Projeto Biblioteca Itinerante vai estar hoje, 21, das 9h às 16h, na Escola Analice Batista Xavier, na Comunidade de Mangabeira, levando às crianças, adolescentes e aos jovens muitas brincadeiras, contações de história, jogos e um acervo literário incrível, incentivando o contato com a leitura, através do mundo da imaginação, fantasia e alegria.

A comunidade tem duas escolas municipais: Analice Batista Xavier e Benito Sarno. Os alunos da Benito vão ser levados para a Analice para participarem do evento.

O projeto.

A leitura é a maneira mais criativa e eficiente de adquirir conhecimento. E para ajudar a fomentar o gosto pela literatura, a Secretaria de Educação criou o projeto Biblioteca Itinerante “K entre nós a literatura ganha voz”, que será levado a praças da sede e dos distritos, com o objetivo de promover a educação, cultura, arte e principalmente o incentivo a leitura.

Ao todo terá aproximadamente 20 profissionais atuam diretamente para levar a biblioteca, com acervo de 500 livros e outras atividades.

Ações

De acordo com a coordenador-geral da Educação Infantil, Simonia Gonzaga, o projeto vai distritos levando animação, pintura facial, contação de história, brincadeiras, dentre outras formas de incentivo à leitura, e depois vi chegar à sede Candeias. O primeiro a receber o Projeto Biblioteca Itinerante foi o Distrito de Caboto, no último dia 14. Segundo os professores, pedagogos e funcionários da Seduc foi um momento lúdico e de conhecimento que marcou a vida profissional de cada um e com certeza uma experiência inesquecível para os alunos.

Para o secretário de Educação, Cassio Vinicius, este é um projeto muito importante, porque visa aproximar o aluno do ambiente da leitura e, acima de tudo, contamos com total respaldo do prefeito Dr. Pitagoras Ibiapina que apoia integralmente a iniciativa por considera-la fundamental para o estudante candeense.  “Queremos despertar neles o prazer pela escrita, leitura, palavras, história, levando sempre em consideração o objetivo principal que é formar cidadãos críticos e reflexivos, capazes de transformar a sociedade” finalizou Cassio.

COMPARTILHAR