Candeias: Cidade tem 1ª morte e 108 casos de covid-19

406

A morte por causa da doença foi anunciada na Câmara pela manhã pelo vereador Arnaldo Araújo. A cidade é a segunda colocada na Bahia em número de casos em relação à população

A primeira morte por causa do novo coronavírus foi confirmada hoje, 19/05, em Candeias, na Região Metropolitana a 46 km de Salvador. Exame realizado no LaCen (Laboratório Central da Bahia), constatou que um senhor de 91 anos de idade, que residia bairro da Urbis II, foi vítima da pandemia. O óbito aconteceu na última sexta-feira, 15, no Hospital Municipal José Mário dos Santos (Ouro Negro), sob intervenção judicial há quase 4 anos, e o enterro foi realizado no mesmo dia no Cemitério Municipal Recanto da Saudade. O atestado médico já havia diagnosticado a “causa mortis” (covid-19), mas somente hoje, segunda a Secretaria de Saúde, o LaCen ratificou.

A morte foi anunciada hoje, pela manhã, na Sessão da Câmara Municipal pelo vereador Arnaldo Araújo, que mostrou cópia do atestado, mas não mencionou o nome da vítima, e espera apenas a manifestação da Prefeitura. Somente à tarde a Secretaria de Saúde de Candeias tornou público.

Na quinta-feira, pela manhã, a família pediu apoio nas redes socais, o vereador gravou um vídeo sobre o desespero dos familiares, colocou na mídia e somente depois a Secretaria de Saúde se manifestou.

Casos

A cidade já registrou 108 casos, um crescimento de 1.442% (mil quatrocentos e quarenta e dois por cento), de 25 de abril até hoje. Cinco pacientes estão internados.

Com o boletim divulgado nesta terça-feira, 19, Candeias se torna o segundo município do Estado com maior incidência do vírus por habitante, perdendo apenas para Ipiaú. São, no todo, 1 morte, 108 casos confirmados, 60 ativos, 48 recuperados, 5 internados, 168 casos descartados e 31 em investigação.

A cidade tem 87 mil habitantes, ou seja, 0,124% da população contraiu a doença, inclusive o prefeito que é médico.

COMPARTILHAR