Candeias: Defesa Civil quer que Coelba avalie riscos na iluminação pública

161
Foto enviada via Whats'App

O episódio da queda de um fio de alta tensão de 13,8 mil volts no dia 11/10, na Rua Getúlio Vargas, no Bairro da Areia, próximo ao Colégio Julieta e ao antigo Balaio do Povo, sobre o asfalto que derreteu e que colocou em risco a vida de moradores, transeuntes e motoristas, é apenas um alerta do grave problema na estrutura da iluminação pública na cidade de 90 mil habitantes com milhares de postes e milhares de quilômetros de fiação nos 265,5 km2 de área no município cortado pelas BA 522, 523 e 524 e pela BR 324, a mais movimentada do estado pois é saída para a maioria dos municípios baianos.

De acordo com Everton Souza, superintende municipal da Defesa Civil, já advertiu a Coelba (Companhia de Eletricidade da Bahia) sobre as condições de postes, muitos já bem inclinados e sob risco de queda na BA 523, e há fios sobrepostos uns aos outros com várias funções: iluminação pública e residencial, telefonia fixa e móvel e de internet, além de televisão a cabo, o que aumenta ainda mais o perigo em relação diversos aspectos.

Ele adianta que não tem um levantamento completo de toda a situação, mas todos os pontos que forem diagnosticados pelos prepostos da Defesa Civil Municipal serão informados à empresa de energia elétrica. Não obteve ainda resposta nem a ação adequada para cada situação.

Everton Souza pede à população que contribua mais ainda fazendo denúncias para o número 0800 071 0800, da Coelba, sobre situações de risco, e para nossa base 199, Defesa Civil, apesar de saber que a solução nem sempre vai vir, mas com o protocolo em mãos, fica registrado para eventuais ações na Justiça por danos causados por esse estado em que se encontra a iluminação pública de responsabilidade da Coelba.

Veja o vídeo do dia do acidente…

 

COMPARTILHAR