Candeias: Dois secretários devem deixar os cargos

1602
Prefeitura de Candeias / BA (A Casa dos Fantasmas)

Insatisfação com o andamento na Educação e Saúde por ordens expressas do gestor e da primeira-dama (prefeita ad hoc) provocam mal-estar nas pastas e titulares pensam abandonar

Segundo apurou a redação, nomeações de assessores e diretores na Secretaria de Educação Municipal sem sequer ouvir a titular da pasta e de pessoas sem os requisitos técnicos para exercer algumas funções, têm deixado, por informações dessas fontes, totalmente desconcertada a secretária Fidélia Gomes que admitiu a amigos que deve deixar o comando (que não tem) da Educação.

Inclusive, pessoas da Secretaria já reconhecem a indignação da cúpula por causa das atitudes do comando da Prefeitura (ingerência demasiada).

Motivos semelhantes teriam sido a razão que Cássio Vinícius deixou a pasta que tem R$ 125 mi do Funded e as condições das escolas (instalações físicas, elétricas, hidráulicas sucateadas) são degradantes, além do descaso com todo o professorado e trabalhadores da Educação.

Saúde

Situação semelhante vive o secretário de Saúde, Marcelo Cerqueira, que assumiu a pasta depois da queda da diretora-administrativa por causa do caso do natimorto e quando a primeira-dama deixou a Saúde para comandar a campanha de reeleição do marido.

Antes, porém, ele, o prefeito, a primeira-dama, funcionários da Prefeitura e da Manupa (Manipulação Ultraplanejada) foram indiciados pela Justiça Federal por suposto superfaturamento nas compras de respiradores e máscaras na pandemia e tiveram quase R$ 1 milhão bloqueado.

Marcelo tem passado, desde que assumiu a pasta, dias de angústia por jamais ter imaginado viver a situação de responder na Justiça por desvio de dinheiro público.

Contudo, inexplicavelmente a Justiça Federal baiana mantém o processo parado há 120 dias, última vez que houve movimentação.

Um dos motivos de tanta ingerência (que sempre existiram) seria alguns assessores diretos que chamavam o atual prefeito de “passador de receita” que interferem em admissões e demissões de possíveis desafetos.

Essas nomeações e exonerações têm causado mal-estar em muitas outras Secretarias. Inclusive, com vereadores da base, além de muitos que apoiaram a eleição e reeleição do gestor desde vereador, enquanto outros o desprezavam em redes sociais e manifestações públicas.

NR.: O que significa “apertar o dedo” ou “dar uma lição”?. Teria alguma coisa com ameaça?

Yancey Cerqueira, Dr. h.c

Radialista DRT/06

COMPARTILHAR