Candeias: Em greve, servidores devem fazer caminhada hoje (6) até a Prefeitura

892
Foto: Assessoria Sisemc

Diante do impasse na negociação e entrando na terceira semana de greve (14 dias nesta terça), os servidores municipais de Candeias, na RM a 46 km de Salvador, realizam, a partir das 8h, na Praça Dr. Gualberto Dantas Fontes, no Centro, uma nova reunião como parte da assembleia permanente para discutir ações no sentido de convencer o prefeito Dr. Pitagoras Ibiapina, do PP, a avançar na proposta que, por enquanto, é “zero por cento” de reajuste, ou seja, o salário de 2018 seria o mesmo do ano passado.

De acordo com o presidente do Sisemc, Juscelino dos Santos, apesar de haver diálogo nada avançou. “É preciso haver boa vontade e entender que não há Prefeitura nem empresa que funcione sem trabalhador. Sem nossa presença 365 dias por ano, não há serviço nem público nem particular”, afirmou o líder sindical.

Os servidores se reúnem hoje onde é realizada todas as assembleias e podem decidir por uma caminhada saindo da Praça e se dirigindo para a sede da Prefeitura, no bairro do Ouro Negro. Antes, porém, pretendem passar na Câmara Municipal onde, se houver quórum, ocorrerá mais uma sessão ordinária.

Segundo Juscelino, também os vereadores, que fazem muitas indicações para cargos comissionados e de direção no Município, precisam agir em favor dos efetivos que são trabalhadores e eleitores. E que este ano vão precisar deles de novo.

O presidente do Sindicato lembra que em 2017 o reajuste foi de 6%, 2 pontos percentuais a menos que a inflação – 8%, e que no ano passado a receita da Prefeitura cresceu 12,31% passando de R$ 268 milhões em 2016 para R$ 301 milhões.

COMPARTILHAR