Candeias: Morre gerente do tráfico de drogas no Sarandi

4392
Foto Ilustrativa

Um dos principais gerentes do tráfico de drogas em Candeias, na Região Metropolitana a 46 km de Salvador, morreu na madrugada desta segunda-feira, 17/08, quando foi flagrado pelas guarnições das Peto 1, 2 e 3 (Pelotão de Emprego Tático Operacional), da 10ª CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar), quando vendia drogas ao lado de outros comparsas.

R. C. S., de 23 anos, conhecido por Rafinha, suposto homicida e traficante, um dos principais gerentes da distribuição de drogas na região com várias passagens pela polícia, estava no Largo do Estádio David Caldeira, ao lado de outros 5 a 6 suspeitos, quando foi denunciado por telefonemas anônimos. A chegada das viaturas da PM ao local foi percebida pelos traficantes, que tentaram empreender fuga.

Parte deles entrou numa residência, onde também funciona um bar. Na vistoria realizada pelos PMs, que encontraram um casal com 42 pinos com substância aparentando ser cocaína, supostamente para venda imediata.

Depois, os policiais se dirigiram até os fundos da casa e foram recebidos com disparos de arma de fogo. Os PMs revidaram e, depois do cessar fogo, foram até o local dos disparos e encontraram um R. C. S. baleado no chão.

Socorrido e levado para o Hospital José Mário dos Santos (Ouro Negro), onde foi constada a morte pela médica Vitória Castro.

A polícia encontrou também 1 revólver, calibre 38 com numeração suprimida; 5 munições deflagradas; 10 buchas de erva aparentando ser maconha; R$ 34,00 em cédulas diversas e 1 aparelho celular.

O casal preso e todo material apreendido foram encaminhados para a 20ª DT (Delegacia Territorial) onde foi lavrado o termo de resistência com morte.

COMPARTILHAR