Candeias: Obra na Rua Padre Feijó está abandonada

392
Fotos: Assessoria vereador Arnaldo Araújo (MDB)

Nenhum funcionário foi encontrado trabalhando no local e as informações dão conta de que eles não teriam recebido o salário e abandonaram o serviço, inclusive por falta de EPIs

Uma visita nesta quinta-feira, 13/08, depois de denúncias de moradores constatou que a obra de contenção de uma encosta na Rua Padre Feijó, nas proximidades do Cemitério Municipal Recanto da Saudade, está abandonada pela Prefeitura de Candeias que, em 2019, teve uma arrecadação de R$ 353 milhões (Trezentos e cinquenta e três milhões de reais), ou R$ 29.416.666,00 (vinte e nove milhões, quatrocentos e dezesseis mil, seiscentos e sessenta e seis reais) por mês.

Segundo o vereador Arnaldo Araújo (MDB), líder da oposição na Câmara Municipal, é um enorme desrespeito com a população e desperdício do dinheiro público, fruto do trabalho no dia a dia de contribuintes individuais e de empresas aqui instaladas, que geram emprego e renda..

De acordo com as informações colhidas pelo vereador e pela assessoria, a empresa – que as pessoas não souberam identificar – desapareceu sem sequer pagar o salário e o direito dos trabalhadores.

A Prefeitura, acrescenta Arnaldo Araújo, não se manifesta sobre o assunto, como fez com outras que ainda não terminaram e duram de 3 a 6 meses de abandono. E quando finalizam, as obras são de muito má qualidade.

No local, como mostram as fotos abaixo, não tem placas nem indicação de quanto vai custar e quando vai terminar.

A obra tenta conter a muro do cemitério, que recentemente caiu, mas, por falta de pagamento e EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), os funcionários não mais trabalham. A empresa eles não souberam identificar, pois, sequer têm carteira assinada ou contrato de trabalho.

COMPARTILHAR