Candeias: Omissão marca Defesa Civil em dia de chuva intensa

74
Defesa Civil de Candeias/Ba fechada às 10h30 com forte chuva na cidade

Nenhum funcionário apareceu para atender possíveis chamados de urgência em razão da chuva que atingiu Candeias e a Bahia nas primeiras horas de hoje, 2/11

Um fato intrigante e inusitado aconteceu hoje, em Candeias, na Região Metropolitana a 46 km de Salvador, quando choveu intensamente, principalmente pela manhã, e causou alagamentos e inundações na cidade que, por características geográficas, apresenta muitos locais de risco.

Pela ausência de funcionários e de diretores para atender aos telefones não se sabe quantas candeenses ligaram pelo 199 pedindo ajuda por inundações nas ruas ou mesmo problemas nas casas.

De acordo com previsões meteorológicas, a Bahia terá uma semana de muita chuva, mas a administração não adotou as medidas adequadas acionando a Defesa Civil. A previsão é de uma precipitação de 50mm.

Nota da Prefeitura

Mais tarde, o secretário de Obras e Infraestrutura da cidade emitiu mais uma nota com erros gramaticais e com inverdades.

A Prefeitura realiza a obra sim, mas (não é mais) não esclarece que os recursos são de uma verba parlamentar em torno de R$ 6,5 milhões do deputado Cláudio Cajado conquistada na gestão do então prefeito Sargento Francisco, que deixou projeto e recursos liberados no ano de 2016.

O sonho se realiza em razão de alguém ter pensado no futuro, não apenas no mandato de 4 ou 8 anos.

A obra está parada há mais de 3 meses como de resto quase todas que a atual gestão realiza com recursos deixados pelas administrações passadas, como a Vila Benedito, a Wanderley de Araújo Pinho sem falar no Ginásio da Caroba, no Senai, no CRAS-AD, Creas, pavimentação das ruas nos distritos da Caroba, de Menino Jesus, Passagem dos Teixeira e Passé.

COMPARTILHAR