Candeias: PM prende Kekinho e outro suspeito de tráfico de drogas

113
Foto enviada por App

Eles foram denunciados, reagiram a uma ação policial no Bairro da Santa Clara na tarde de sábado, 5, e foram presos

Uma ação de guarnições do Peto (Pelotão de Emprego Tático Operacional) Um e Dois e de Motopatrulhamento realizada na tarde de sábado, 5/6, no Bairro da Santa Clara, em Candeias, na Região Metropolitana a 46 km de Salvador, resultou na prisão de E. R. P. dos S., conhecido por Kekinho, um dos supostos líderes do tráfico de drogas na área. Além dele, um outro comparsa também foi preso, mas ainda não foi identificado.

De acordo com as informações que chegaram à redação, uma denúncia anônima de que vários homens estavam armados no bairro e traficando drogas, levou os policiais da 10ª CIPM (Companhia Indepedente da Polícia Militar) ao local.

As guarnições foram recebidas a bala e houve o revide. Depois do cessar fogo, os PMs prenderam os dois, um deles sem documentos de identificação.

Com os mesmos foram encontrados:

39 buchas de cocaína;

2 tabletes de maconha, e

1 balança de precisão.

Os dois foram levados para a 20ª DT (Delegacia Territorial), além do material encontrado, para a devidas medidas legais.

Kekinho já foi preso outras 3 vezes e responde a processos por tráfico de drogas e porte ilegal de armas no Tribunal de Justiça da Bahia.

Contrato com a Prefeitura em 2017

Um crachá da Prefeitura de Candeias assinala trabalho de Kekinho no primeiro mandato na atual gestão. O jovem, então com 24 anos em 2017, já havia sido preso em duas cidades diferentes nos últimos 4 anos. As informações foram checadas com a SSP (Secretaria de Segurança Pública da Bahia).

A primeira detenção ocorreu em Madre de Deus (por tráfico de drogas e porte ilegal de armas). Seis meses depois, Kekinho foi preso novamente por tráfico, desta vez em Candeias, a cidade em que foi servidor público mesmo com as prisões por suspeita de tráfico de drogas e porte ilegal de armas.

COMPARTILHAR