Candeias: Sem avanços servidores municipais mantêm greve

1733

Há 12 dias em greve, os servidores municipais de Candeias, cidade na Região Metropolitana 46 km de Salvador, mantêm a paralisação por reajuste salarial, mas a Justiça teria decidido que 60% dos funcionários voltem as atividades para atendimento ao público, embora o Sindicato não tenha sido notificado.

De acordo com o presidente do Sisemc – Sindicato dos Servidores Municipais de Candeias, Juscelino Santos, a reunião realizada na sexta-feira, 02, na sede da Prefeitura, sinalizou a reabertura de negociações, mas ainda insuficiente para convencimento da categoria de que deve voltar ao trabalho.

Nesta segunda-feira, a partir das 8h, na Praça Dr. Gualberto Dantas Fontes, os servidores devem participar de uma nova assembleia para discussão dos rumos do movimento.

Ainda conforme a direção do Sisemc, foi boato a informação de que a Justiça havia considerado a greve abusiva. “Se foi, ainda não fomos notificados. E se isso acontecer, teremos que avaliar e cumprir a ordem judicial”, acrescentou um dos diretores.

Uma nova reunião entre o prefeito Dr. Pitagoras Ibiapina, do PP, e a Direção do Sindicato dos Servidores para tentar avançar nas negociações deve ser realizada ainda esta semana.

De acordo com Juscelino dos Santos, a audiência de conciliação na Justiça teria sido marcada para o mês de maio.

COMPARTILHAR