Candeias: TRE faz da biometria um caos

743

O processo de realização da biometria nas quatro cidades da Região Metropolitana de Salvador (Candeias, Dias D’Ávila, Lauro de Freitas e Simões Filhos) tem sido um verdadeiro transtorno para os mais de 321 mil eleitores que precisam fazer a mudança.

Iniciado o processo em 5 de novembro, os responsáveis do Tribunal Regional Eleitoral para suprir os cartórios dos municípios citados acima com o material necessário, não cumprirem o prazo de envio do que chamam de Kit Biometria, ou seja, os equipamentos para atender a demanda.

Com isso, um percentual bem inferior ao público que já deveria ser atendido conseguiu realizar o procedimento que deve terminar no próximo dia 22, segundo ‘planejamento’ do TRE.

Mas, pelo número de pessoas que estão nas filas diariamente, mais uma vez, o Tribunal cometeu grave erro e empurrou eleitores – verdadeiros democratas deste País de Justiça lenta, Executivo incapaz e Legislativo conveniente – para perto do inferno tendo que passar de 6h a 12h em filas sob sereno, sol e chuva.

Foi a incapacidade, ou irresponsabilidade do TRE, que causou esse sofrimento a milhões de baianos porque acontece em quase todas as cidades onde foi realizada a ‘biometria’.

Candeias

De início, havia a previsão de chegarem 20 kits de biometria. Demorou mais de 45 dias para chegarem os primeiros 10. Até então, 1/3 dos candeenses fizeram a mudança porque quase 12 mil já havia feito antes de novembro de 2018. Quase 90 dias depois, o Cartório da 127ª Zona Eleitoral, responsável pela organização na cidade, recebeu mais 10 kits, ou seja, com mais de 70% do tempo passado, chegaram as máquinas prometidas.

Agora, o presidente do TRE, José Rotondano, tenta, depois de tantos transtornos, resolver o grande caos que provocou.

Dona Mariza Evangelista (foto), de 64, residente na Rua José Xavier, no bairro do Malembá, é aposentada e tem  grande dificuldade de mobilidade. Teve que contar com a ajuda de familiares para chegar com muita dificuldade ao cartório que fica a 5 km de distância para não perder o benefício.

Câmara

Depois de gestões da presidente da Câmara Municipal de Candeias, Lucimeire Magalhães, e com o natural atraso do Tribunal baiano, mais 10 kits de biometria chegaram e depois começa a operar na quinta-feira, 7, para atender a quase 50% dos 62 mil eleitores que precisam fazer a mudança. Inicialmente, vai atender às pessoas prioritárias como idosos com mais de 60 anos, pessoas com deficiência, gestantes e mães de bebê de colo.

COMPARTILHAR