Candeias: Vereador oficia prefeito para apresentar exame de covid-19

343
Foto: Arquivo Tudo News

Diante de tantos anúncios que não se confirmaram na atual pandemia do novo coronavírus e para não pairar quaisquer dúvidas seria importante que a população veja o resultado do exame

O vereador Arnaldo Araújo (MDB), líder da oposição e 1º secretário na Mesa Diretora da Câmara Municipal de Candeias, na Região Metropolitana a 46 km de Salvador, oficiou a Prefeitura para que o gestor apresente o resultado do exame que diagnosticou que o mesmo está acometido de covid-19, pandemia que já infectou 87 pessoas na cidade.

Segundo o vereador, depois da “irresponsabilidade de anunciar que ia distribuir cestas básicas nos CRAS e na sede da Sedas, o que demorou quase um mês, de promover uma verdadeira desorganização na distribuição do peixe na Semana Santa, entregar a mães de alunos produtos vencidos na merenda escolar e anunciar que reabriria a UPA, que também não fez”, nada como ser necessário exibir o exame apenas para não deixar dúvidas na cabeça dos candeenses.

Hoje, acrescenta Arnaldo, grande parte dos cidadãos e cidadãs abandonados pela “indigestão placebo” pouco crê naquilo que o prefeito diz, principalmente nas lives, nos decretos e nas entrevistas porque quase nada se confirma no prazo previsto ou nunca se materializa.

Na Câmara, o vereador apresentou pedido de providência para a concessão de ajuda financeira de R$ 300 aos ambulantes, autônomos, baianas de acarajé, feirantes e todas as pessoas inscritas (9 mil) no CadÚnico, o que ainda não aconteceu.

Além disso, pediu que a administração isentasse, pelo período que dure a pandemia, o pagamento de impostos e taxas municipais.

Talvez com medidas e ações efetivas que cheguem ao cidadão ou cidadã de baixa renda, a administração cumprisse a obrigação que tem de fazer, como prometia na campanha. Mas, por enquanto, o povo sabe apenas o significado da expressão “Mãos Limpas” porque a maioria está também de bolsos vazios.

COMPARTILHAR