Censo Agro vai visitar mais de 5,2 milhões de propriedades rurais

573

Até fevereiro de 2018, cerca de 5 milhões de estabelecimentos agropecuários devem ser percorridos pelos agentes do IBGE

O 10º Censo Agropecuário do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) já recenseou 2.028.419 estabelecimentos agropecuários. O número representa 38,2% dos 5.252.354 locais estimados que devem ser visitados até fevereiro de 2018. Os dados do levantamento vão ajudar o Governo do Brasil a elaborar novas políticas públicas para o setor. Por esse motivo, é necessário que todos os produtores recebam os recenseadores do IBGE e respondam às perguntas da pesquisa.

Entre as regiões, o Sudeste é a mais adiantada. Até essa segunda-feira (27), 404.850 (43,42%) estabelecimentos haviam sido visitados. Por outro lado, os trabalhos no Centro-Oeste estão com o ritmo mais lento: 111.684 (34,39%) propriedades já foram percorridas pelos agentes do instituto. Para reverter esse quadro, o IBGE abriu um edital para selecionar mais 32 profissionais temporários para trabalhar no Censo em cidades de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Na região Sul, 387.575 (38,34%) estabelecimentos já foram percorridos. No Norte, o número já chega a 190.331 (37,58%) e no Nordeste a 933.979 (37,7%).

Os dados do Censo Agro começaram a ser levantados em outubro. Eles são coletados por meio dos Dispositivos Móveis de Coleta (DMCs), semelhantes a smartphones comuns. Não são mais utilizados formulários de papel, os questionários são digitais.

Os aparelhos rodam um aplicativo desenvolvido pelo próprio IBGE, que utiliza GPS e imagens de satélite de cada setor censitário. Eles mostram a posição do recenseador no terreno e indicam a localização e os endereços dos estabelecimentos a serem recenseados. À medida que o recenseador finaliza suas tarefas diárias, os dados já começam a ser transmitidos via internet e conferidos pelos supervisores.

Fonte: IBGE

COMPARTILHAR