Comando da PM afirma que não há greve

348

O comandante-geral da Polícia Militar da Bahia, coronel Anselmo Brandão, disse na manhã desta quarta-feira (9), disse que “não há falta de nenhum policial” no contingente da PM desde terça (8), quando um grupo da PM deflagrou greve.

“Asseguro que estamos trabalhando desde cedo. Trabalhando normalmente. Não tivemos falta de nenhum policial. Teve troca de turno e não teve falta”, disse.

O coronel Brandão chamou o deputado estadual Soldado Prisco (PSC) de “irresponsável”. “Infelizmente de maneira irresponsável esse deputado tenta mobilizara a tropa. Ontem, ele achava que ia conseguir, mas os policias conscientes e responsáveis sabem muito bem que esse não é melhor momento. Reuniu 300 policiais e, por si só, disse que estava em greve. Ele é responsável desses áudios e ondas de ‘fake news’”, disparou.

Desde ontem, o governador Rui Costa e o comandante da PM, Anselmo Brandão, informam que os policiais militares permanecem atendendo a população através dos chamados via 190, sem qualquer tipo de anormalidade.

Considera que há muitas informações falsas sobre arrastões, roubos, entre outros crimes, serão investigadas pela Polícia Civil.

“Estamos com as equipes 100% nas ruas. A população sabe em quem confiar. Qualquer anormalidade, devemos ser acionados através do telefone 190”, informou o comandante de Operações da Polícia Militar, coronel Humberto Sturaro.

Deflagração

O Comando da Aspra (Associação dos Soldados, Praças e Familiares) decidiu entrar em greve depois de assembleia realizada na tarde de ontem, mas não garantiu que seria imediata.

Liderada pelo Soldado Prisco, deputado estadual, a entidade tem tradição de luta por melhores salários, condições de trabalhos e avanças na Polícia Militar e no Corpo de Bombeiros.

Depois da assembleia, apenas áudios e vídeos foram postados pelas lideranças em redes sociais.

COMPARTILHAR