Copa do Brasil: Juazeirense pode jogar em Brasília

2364

É a segunda participação da equipe de Juazeiro, no Vale do São Francisco, na competição nacional

A diretoria da Sociedade Desportiva Juazeirense tem recebido sondagens sobre a possibilidade de realizar a primeira partida pela Copa do Brasil  2019 contra o Vasco da Gama pela Chave 27, em Brasília, no Mané Garrincha, ou outro estádio, por uma boa compensação financeira.

Os contatos já se iniciaram, mas, por enquanto, os dirigentes fazem avaliação interna dos aspectos positivos e também os não favoráveis. O ponto principal é o valor que a equipe receberia, o que poderia salvar o clube financeiramente em 2019.

Jogar fora de casa é ruim para a torcida, mas, como futebol ficou caro, as vezes vale transferir um jogo. Uma opção seria a diretoria e a contratante da partida disponibilizar ônibus para conduzir sócios e torcedores para o novo local do jogo.

A partida de ida, em data ainda a ser definida, mas pode ser em 13 de fevereiro, seria no estádio Adauto Morais, mas como envolve o Vasco da Gama, que sempre joga em Brasília ou Cuiabá, desperta interesse de empresários e grupos financeiros envolvidos com o futebol.

A Juazeirense precisa vencer para seguir na Copa, enquanto o Vasco da gama joga pelo empate.

Se ganhar, o time baiano vai enfrentar o vencedor de Serra-ES/ e Remo-PA, e, na sequência, Avai e Tubarão. A partir daí o adversário será conhecido através de sorteio.

Média público e renda

A média de público da equipe no Adauto Morais foi de 1.128 pagantes com um total de 16.924 em 15 partidas pelo Campeonato Baiano e Série C do Brasileiro, em 2018, ocupação média de 22%, e a equipe arrecadou R$ 328.360,00 sem descontar os descontos e despesas.

A Sociedade Desportiva Juazeirense foi fundada em 12 de dezembro de 2006 e disputou a Copa em 2016 e depois de empate por 1 a 1 (vitória e derrota por 1 a 0) foi eliminada nos pênaltis pelo Cuiabá.

COMPARTILHAR