Desembargadora baiana é afastada do TRT

342
Maria Adna Aguiar, desembargadora do TRT da Bahia

A desembargadora Maria Adna Aguiar foi novamente afastada do cargo no TRT (Tribunal Regional do Trabalho), da 5ª Região da Bahia.

Ela havia sido autorizada a retornar no dia 19 de dezembro de 2020. A desembargadora é alvo da ‘Operação Injusta Causa’, que apura esquema de venda de decisões judiciais e tráfico de influência. A titular da 2ª Vara do Trabalho de Itabuna, a juíza Eloína Machado, foi convocada para substituir a desembargadora.

A convocação foi feita pelo vice-presidente do TRT (Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região), desembargador Jeferson Muricy, no exercício da Presidência e vale a partir desta sexta-feira, 22/1.

A convocação foi divulgada no Diário Eletrônico na quinta-feira e tem validade até o término do afastamento.

A Operação Injusta Causa foi deflagrada pela Polícia Federal, em setembro de 2019, quando agentes cumpriram mandados de busca e apreensão em gabinetes dos desembargadores com o objetivo de desarticular um esquema de venda de decisões judiciais e tráfico de influência na Bahia. A juíza do trabalho Marúcia Belov também foi afastada.

COMPARTILHAR