Desemprego teve pequeno recuo em agosto

448

A taxa de desemprego no Brasil ficou em 12,6% no trimestre encerrado em agosto deste ano. No período, o país tinha 13,1 milhões de desempregados. No trimestre anterior, encerrado em maio, a taxa estava em 13,3%, de acordo com dados do IBGE.

Vale lembrar que, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgada também pelo IBGE no início deste ano, falta trabalho para nada menos que 24,3 milhões de pessoas no País.

O indicador inclui a taxa de desocupação, a taxa de subocupação por insuficiência de horas e a taxa da força de trabalho potencial, pessoas que não estão em busca de emprego mas estariam disponíveis para trabalhar.

Desemprego

Em agosto do ano passado, a taxa registrada foi de 11,8%. Em um ano, então, houve um aumento de 9,1% no índice, ou 1,1 milhão de desempregados a mais.

Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, divulgada na sexta-feira (29) pelo IBGE.

A população ocupada chegou a 91,1 milhões de pessoas no país, um crescimento de 1,5% (1,4 milhão de pessoas) na comparação com maio e de 1% na comparação com agosto do ano passado. Mais da metade do 1,4 milhão de empregos criados foi sem carteira assinada ou por conta própria.

Foram criados 286 mil postos de trabalho sem carteira assinada de maio a agosto, totalizando 10,8 milhões de pessoas. O aumento chegou a 2,7% em relação a maio e 5,4% na comparação com agosto do ano passado.

COMPARTILHAR