Em cartinha ao Papai Noel, menino autista pede amigos

927

Morador do município de Minduri (MG), o pequeno Miguel Castro Souza, 12 anos, fez um pedido incomum como presente de Natal. Na cartinha ao Papai Noel, Miguel, que convive com autismo de grau leve, escreveu que gostaria de ganhar amigos. “Brinco na escola sozinho, pois as crianças me odeiam por eu ser diferente. Por causa da minha condição, sofro bullying e não sou respeitado”, escreveu ele, que estuda com a mesma turma desde os 6 anos.

A mãe do menino, Cristina de Castro Silva Souza, leu o relato e postou uma foto da carta em seu perfil no Facebook. “Se as crianças fossem ensinadas a ser tolerantes com as outras tachadas de diferentes, aprendessem a amar e a respeitar os colegas com suas dificuldades, tenho certeza que elas veriam os colegas com outros olhos”, postou a mãe.

A história do Miguel comoveu muita gente e o post de Cristina viralizou, recebendo milhares de comentários e curtidas. Boa parte das mensagens era de pessoas manifestando vontade de ser amiga do menino. A mãe criou então uma página chamada ‘Amigos do Miguel’ para reunir os candidatos. “E este vai ser o presente do Papai Noel para ele”.

COMPARTILHAR