Governadores ameaçam processar ministro Carlos Marun

510

Chefe da Secretaria de Governo condicionou liberação de recursos da Caixa a reforma

Governadores de estados do Nordeste ameaçaram processar o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, após a declaração do chefe da pasta de que a liberação de recursos públicos, como os da Caixa Econômica Federal, estariam condicionados à pressão sobre deputados para a aprovação da reforma da Previdência.

Em carta enviada ontem (27) ao presidente Michel Temer, os governadores pedem que o governo federal “reoriente seus auxiliares” para que se evitem “práticas inconstitucionais e criminosas” por parte do ministro e de agentes públicos.

Marun, que chegou a admitir nesta terça-feira (26) a “reciprocidade” no dia 19 de fevereiro, quando a Câmara dos Deputados inicia a discussão da reforma da Previdência, disse que não existe chantagem, conforme acusam os governadores, mas uma “ação de governo”.

O Palácio do Planalto não se manifestou sobre o recebimento da carta assinada e entregue na quarta-feira (27).

COMPARTILHAR