Governo da Bahia não fornece remédios a pacientes de hepatite C

583

Os pacientes de hepatite C no Estado da Bahia estão passando por sérias dificuldades para conseguir medicamentos em falta no Centro de Referência de Hepatite de Feira de Santana, no Centro Norte baiano a 108 km de Salvador, que atende aqueles que moram na região com 2 milhões 119 mil habitantes e 80 municípios.

Há seis meses, Sandra Lima Borges, 48, residente na cidade de Serrinha, aguarda liberação dos remédios ‘declatasvir 60mg’, ‘rivabirina 250mg’ e ‘sofosbuvir 400mg’ que ajudam no tratamento ou cura da doença que afeta mais de 150 mil baianos, um terço deles em Salvador.

Sandra, separada e mãe de duas filhas de 22 e 27, descobriu a doença há um ano e teria contraído em uma transfusão de sangue durante uma cirurgia cardiovascular há 30 anos.

Desde a descoberta da doença, a dona de casa, em licença médica pelo INSS com renda mensal de um salário mínimo, batalha para conseguir os medicamentos que é a esperança para se livrar doença.

A cura foi descoberta com esses medicamentos há mais ou menos 2 anos, e desde então luta pela recuperação.

Sandra destaca que descobriu estar com a hepatite C quando passou a sentir ascite, que é um liquida que se concentra na região abdominal, fadiga constante, inchaço em todo o corpo e perda de peso, entre outros os sintomas da doença.

Justiça

A esperança de Sandra e outros baianos em obter os medicamentos – alguns importados – está na ação que ingressou na Justiça com medida cautelar e apoio da Defensoria e Ministério Público estaduais, em Serrinha.

A cura da doença com o uso desses remédios, pode ocorrer num prazo estimado de 3 meses, e atinge a mais de 85% dos casos.

Cura recente

A hepatite C é uma das poucas doenças crônicas que pode ser curada. Essa possibilidade se torna mais real com advento desses novos medicamentos de uso oral, sem necessidade do interferon, usados por períodos mais curtos e com menos efeitos colaterais. Os novos medicamentos foram descobertos em menos de uma década.

COMPARTILHAR