Governo indonésio diz ter achado destroços de avião

249
Aeroporto Internacional de Jacarta / IND Foto: Reprodução Internet

O governo da Indonésia confirmou a queda do avião da Sriwijaya Air no mar neste sábado, 9/1. A aeronave levava 62 pessoas a bordo, sendo seis tripulantes. A aeronave perdeu contato pouco após decolar do aeroporto de Jacarta, capital da Indonésia. A empresa diz ainda investigar o que aconteceu.

Sites que fazem o monitoramento de radares mostram que o avião deixou de aparecer no monitoramento após a decolagem, às 14h40, no horário local – 4h40 em Brasília –, quando já sobrevoava o mar de Java.

O ministro dos Transportes da Indonésia, Budi Karya Sumadi, disse que a aeronave pareceu se desviar de sua rota pouco antes de desaparecer.

Segundo o Flightradar24, o avião perdeu 10 mil pés de altitude em menos de um minuto. Testemunhas relataram à mídia local que viram a aeronave cair no mar.

Um porta-voz da Defesa Civil disse que equipes de busca da Indonésia encontraram “destroços suspeitos” do avião da Sriwijaya Air. Equipes de busca da Indonésia começaram a encontrar “destroços suspeitos” do avião da Sriwijaya Air, que desapareceu logo após decolar do aeroporto de Jacarta.

O voo tinha como destino a cidade de Pontianak, também na Indonésia. Esse é um trajeto que leva cerca de uma hora e meia de duração.

O avião utilizado no voo era um Boeing 737-500, que tem capacidade para 130 pessoas. Segundo o site da emissora de televisão Al Jazzeara, a aeronave foi fabricada há 27 anos.

A Sriwijawa Air é dona de cerca de 19 Boeings que voam para destinos na Indonésia e no resto do Sudeste Asiático.

Apreensão

O local para onde as equipes de resgate foram enviadas fica perto de algumas ilhas turísticas, na costa da capital indonésia.

“Tenho quatro membros da minha família no avião – minha esposa e meus três filhos”, contou Yaman Zai, que os esperava no aeroporto de Pontianak, em lágrimas. “Minha esposa me enviou uma foto do bebê hoje… Como meu coração não poderia estar em pedaços?”

O setor de aviação civil na Indonésia passou por várias tragédias nos últimos anos, e muitas companhias aéreas do país foram proibidas de operar na Europa e nos Estados Unidos no passado.

COMPARTILHAR