Ibametro lança ‘app’ para receber denúncias da população

658
Fotos: Alberto Coutinho / GOVBA

O Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro), que comemora 23 anos de funcionamento em 2019, lançou o aplicativo oficial do órgão. A ferramenta possibilita que o consumidor possa atuar junto com o Ibametro, de qualquer lugar, dando opiniões, recebendo informações, fazendo denúncias e colaborando em tempo real. A novidade já está disponível gratuitamente para o sistema operacional Android e, em breve, usuários de iOS poderão fazer o download da ferramenta.

Segundo o diretor-geral do Ibametro, Randerson Leal, o aplicativo foi criado para aproximar a população dos serviços oferecidos pelo órgão. “Ele favorece a comunicação direta com o consumidor, que vai ter nas mãos uma forma rápida e prática de passar informações e fazer agendamentos de serviços e denúncias. Ao identificar alguma irregularidade, basta tirar uma foto dentro do próprio aplicativo e nossa ouvidoria irá receber o arquivo. Assim, nós vamos entrar em contato com o fiscal mais próximo do local para que possa observar e verificar se existe algo errado com aquele produto ou serviço”, explica.

O consumidor que quiser fazer uma denúncia precisa se cadastrar pelo próprio aplicativo. O dentista Henrique Santana aprovou a novidade. “Com o aplicativo, fica muito fácil e rápido entrar em contato com o Ibametro. Acho que todos saem ganhando, tanto o consumidor, que sente mais confiante em ter seu direito respeitado, quanto as empresas, que ficam com o compromisso de melhorar cada vez mais o serviço que oferecem”.

Ibametro

O órgão tem como função assegurar o cumprimento da política de metrologia legal e disseminar a qualidade, com o objetivo de proteger o consumidor e estimular a competitividade empresarial. No comércio, o Ibametro realiza fiscalização e verificação metrológica de produtos e serviços colocados à disposição do cidadão. No setor empresarial, presta serviços de calibração, por intermédio de Laboratório Metrológico de Massa, credenciado pela Rede Brasileira de Calibração.

Fonte:secom.ba.gov.br

COMPARTILHAR