Inema divulga praias impróprias para banho de mar na Bahia

355
Foto: Marco Ankosqui / MTur

O Inema (Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos) informou as praias impróprias para banho de mar neste fim de semana (11 – sábado, e 12 – domingo) em todo o Estado.

Em Salvador tem 8 praias.

O Inema também divulgou as praias impróprias na Baía de Todos os Santos, nas Costas do Cacau, dos Coqueiros, do Dendê e do Descobrimento.

De acordo com a resolução Conama a praia é considerada imprópria quando mais de 20% das amostras coletadas em cinco semanas consecutivas, apresentar resultado superior a 1.000 coliformes fecais ou 800 Escherichia coli, ou quando, na última coleta, o resultado for superior a 2500 coliformes termotolerantes ou 2000 Escherichia coli ou 400 enterococos por 100 ml de água.

Baía de Todos os Santos

Praias impróprias:

Madre de Deus (sob á ponte em Madre de Deus),

Cabuçu (em frente as barracas),

Conceição de Salinas (próximo ao Pier. Em frente ao Hotel de Salinas),

Mar Grande (em frente à Praça Principal, ao lado do Banco do Brasil),

Itaparica (em frente ao Forte de São Lourenço) e

Gameleira (em frente a Cruz da Gameleira).

Salvador

Praias impróprias:

Periperi (na saída de acesso à praia após travessia da via férrea),

Penha (situada em frente à barraca do Valença),

Pedra Furada (atrás do Hospital Sagrada Família, em frente a ladeira que dá acesso a praia),

Armação (em frente ao Hotel Alah Mar e a Rua João Mendes da Costa),

Boca do Rio (em frente ao posto Salva Vidas),

Patamares (em frente ao posto Salva Vidas Patamares. Próximo ao Coliseu do Forró e ao Caranguejo de Sergipe),

Itapuã (próximo a escada de acesso à praia e em frente a Rua Sargento Waldir Xavier) e

Farol de Itapuã (em frente à Rua da Música (Antiga Rua K)).

Costa das Baleias

Nenhuma praia imprópria.

Costa do Cacau

Praias impróprias:

Marciano (próximo ao Bar Litrão) e

Malhado (próximo à escultura da sereia).

Costa dos Coqueiros

Nenhuma praia imprópria.

Costa do Dendê

Nenhuma praia imprópria.

Costa do Descobrimento

Nenhuma praia imprópria.

Fonte: Ascom Inema/BA

COMPARTILHAR