Ipiaú: Seleção vence mas presidente da Liga não aparece

575

A seleção de futebol de Ipiaú, representada pelo time do Bairro Novo, goleou a equipe de Uruçuca por 4 a 0, na abertura da IV Copa InterVale em partida realizada no domingo, 19, no estádio Pedro Caetano, com razoável presença de público.

Os gols foram marcados por Jaquinho, 2, Ednael e Grilo dando um importante passo para a reabilitação do esporte na cidade, especialmente o futebol em razão da imensa crise que abala a Liga sob suspeita de graves irregularidades na eleição de 17 de fevereiro.

Aliás, o presidente da LDI, Marcelo Martins, não compareceu ao jogo nem enviou justificativa aos organizadores ou aos torcedores que foram apoiar a Seleção.

Os diretores de Esportes da Prefeitura de Ipiaú, Givaldo Nascimento e Gilberto Costa Júnior (Giba), representaram a prefeita, Mari das Graças, na abertura da competição.

E os integrantes do “Movimento Eleições Limpas” e representantes das delegações do KM100 e Ubaitaba estiveram no evento e deram total apoio à seleção e à Copa InterVale muito importante para o desporto e o futebol locais.

A eleição está sob investigação na Câmara Municipal de Ipiaú e um relatório deve ser produzido e publicado nas horas ou dias. Uma representação está sendo analisada pela Promotoria do Ministério Público na cidade.

Expectativa

Na cidade, a esperança é grande quanto à solução do problema que afeta a Liga Desportiva há anos. A entidade não promove nenhuma competição municipal e sequer apoiou o Bairro Novo que representa, neste momento, Ipiaú na Copa InterVale, organizada pelo esportista de Ubaíra, Laelson Leal (da direita).

A Comissão de Educação, Esporte, Cultura, Saúde, Assistência Social e Direito da Mulher da Câmara Municipal, presidida pelo vereador Lucas de Jesus Santos, “Lucas do Social”, está finalizando o relatório das reuniões que fez com os desportistas e com diretores da Liga analisando o caso da eleição.

De posse desse documento, os desportistas devem subsidiar a representação no Ministério Público Estadual, em Ipiaú, que pode aceitar ou não a denúncia. Se houver indícios de irregularidades, o caso deve ser encaminhado a Justiça Comum por suposta suspeita de “fraude” e “falsidade ideológica”.

COMPARTILHAR