Ipirá: Prefeito nomeia civil para suplente de Major na Comissão da Covid-19

428
Marcelo Brandão (DEM), prefeito de Ipirá/BA

Hoje, o prefeito “Malamanhado” nomeou um fonoaudiólogo para a Secretaria de Agricultura. A frase “Quando eu jogar o milho a jacuzada, que estava espalhada, vem toda comer na minha mão” era dita pelo gestor

O autarca Marcelo ‘Malamanhado’ Brandão (DEM), de Ipirá na Bacia do Jacuípe a 210 km de Salvador, criou, por Decreto, o Comitê Municipal de Enfrentamento e Formulação de Ações de Prevenção e Controle do Novo Coronavírus (Covid-19), no dia 31 de março último.

O Comitê é formado por representantes de várias Secretarias, da Sociedade Civil, de Órgãos de Segurança do Estado, como Delegacia Policial (Territorial de Ipirá), e da 98ª CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar).

Até ai parece que está tudo em ordem.

Porém, quando vamos para o item X, Setor de Segurança, uma pitoresca e inusitada nomeação. O titular na área civil é o delegado da DT (Delegacia Territorial), Marcione Azevedo, e que tem como suplente o agente da Polícia Civil da cidade, Félix Rilton Boaventura Sobrinho.

Na área militar, a novidade: o suplente do major Igor Prazeres Santos, comandante da 98ª CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar), é o civil Manoel Hito Sampaio Mascarenhas, diretor de Trânsito do Município – com resultado idêntico a gestão: desastroso –, que é responsável pela Abomproci (Associação dos Bombeiros Profissionais Civis de Ipirá), que, no máximo serviu ao Exército, e jamais esteve de serviço numa repartição da Polícia Militar.

As únicas experiências com segurança que teve foram nas Delegacias de Pintadas e Ipirá, onde não deixou saudades nem para os policiais nem cidadãos que precisaram dos serviços policiais.

Outra nomeação

Hoje, 2/07, o prefeito nomeou um fonoaudiólogo Waldemar de Araújo Góes Carigé Neto, como secretário de Agricultura da cidade com salário de R$ 8 mil por mês.

Neto chegou a divulgar a pré-candidatura a vereador enchendo de esperança muitos jovens que acreditaram que estava nascendo um político promissor em Ipirá, mas decididamente recuou da pretensão eleitoral.

No dia 17 de junho, o prefeito nomeou como chefe de Divisão, na Secretaria de Infraestrutura, Giovani Carneiro da Silva, que seria, segundo denúncias, marido da assessora do vereador Edson Carneiro de Souza (DEM), ‘Suita’.

Demissões

Há menos de 2 meses, Marcelo demitiu 108 funcionários do Reda (Regime Especial de Direito Administrativo). Os contratos, segundo a oposição, referem-se a cuidadores, atendentes de classe, merendeiras, serviços gerais e motoristas escolares, alegando ser determinação do TCM (Tribunal de Contas dos Municípios).

O Decreto da Comissão no link a seguir: file:///C:/Users/Yancey/Pictures/Ipir%C3%A1%20Covid.pdf

COMPARTILHAR