Ipirá: Prefeitura promete pagar e médicos suspendem paralização na UPA

94
Foto: Reprodução Internet

Os médicos que atendem na UPA (Unidade de Pronto Atendimento), surpreenderam a população na quarta-feira, 20/1, de Ipirá, na Bacia do Jacuípe a 210 km de Salvador, ao anunciarem em nota que estariam pedido demissão em massa a partir deste sábado, 23, por atraso do pagamento referente ao salário do mês de dezembro, de reponsabilidade da gestão anterior.

Depois da repercussão da notícia no Estado e de várias negociações entre o chefe do Poder Executivo Municipal e a Cooperativa dos Médicos, o impasse foi resolvido com a promessa de quitação imediata do débito com a classe.

O debito é da Municipalidade não da pessoa do gestor anterior, Marcelo Malamanhado Brandão (DEM) nem do atual Dudy (PSD), que assumiu em 1º de janeiro.

Em nota a Cooperativa disse o seguinte:

Os médicos plantonistas da UPA Ipirá vem, através desta, informar para a classe médica e população em geral o pagamento do mês de dezembro de 2020 em sua totalidade realizado pela prefeitura de Ipirá, juntamente com a cooperativa Mais Vida, após múltiplas negociações. O prefeito Dudy e sua equipe demonstrou maior esforço para fazer a realização do pagamento. Dessa forma, a equipe médica retornará seus plantões com normalidade, além do prefeito demostrar seu apoio, preocupação e interesse em melhorar a qualidade de saúde do município. Também enfatizou que não terá nenhuma retaliação contra nenhum médico que heroicamente vem lutando para salvar vidas juntamente com toda equipe da UPA, com profissionalismo e carinho”.

Médicos Plantonistas UPA IPIRÁ BAHIA

COMPARTILHAR