Ipirá procura por Carlos Martins

59
Foto usado na rede social pelo suposto Carlos Martins / Ipirá/BA

Ele apareceu por aproximadamente 8 dias em dezembro do ano passado antes da eleição para a Presidência da Câmara com acusações contra vereadores e depois despareceu

Os contatos mantidos com lideranças políticas pela redação e da comunicação social não indicaram alguém ter visto, falado ou conhecer o tal Carlos Martins (foto) que, pelo Facebook, fez diversas acusações contra os vereadores Ernesto, Rafael Teixeira, a vice-prefeita Nina Gomes e o deputado Jurandir Oliveira chamando-os de traidores, de trupe e de chantagear o então prefeito eleito, Dudy (PSD).

De acordo com o ilustre desconhecido, eles (Nina, Jurandir, Ernesto e Rafael) teriam adredemente arquitetado para colocar na parede (chantagear) o novo gestor exigindo duas Secretarias: Saúde e Social, para apoiar a chapa puro sangue da Macacada, que elegeu 9 dos 15 vereadores e teriam maioria para escolher o presidente, vice e secretários da Mesa Diretora do Legislativo.

Desconhece o ‘ignorado’ que a democracia se faz com debates, discussões e divergências, principalmente nas casas legislativas.

Mas, depois de análises feitas por quem acompanha as redes sociais na cidade e região, os textos de Carlos Martins? têm semelhanças com alguém de pouco experiência na comunicação social, tem muito conhecimento dos meandros políticos e viveria dentro da cúpula da Macacada ou simplesmente fui usado para garantir cargos ou emprego na gestão.

Inexperiente ou bobo da corte, o suposto Fake News desconhece que pelo IP (Internet Protocol) não seria difícil encontrar a origem do computador, notebook ou smartphone e achá-lo com as calças na mão. O nome é o mesmo utilizado por um político baiano e de uma das mais tradicionais famílias de Ipirá. Na empresa onde diz que trabalha ninguém conhece esse personagem.

A redação avalia entrar com pedido na Delegacia de Ipirá para tentar identificar quem é o verdadeiro Carlos Martins.

A primeira postagem na página foi em 25 de dezembro e a última é de 1º de janeiro, justamente o dia da eleição na Câmara Municipal de Ipirá.

Apesar de contar com 930 amigos no Facebook ninguém conhece Carlos Martins, ou talvez apenas o autor ou quem poderia ter pedido as postagens.

Ignora que a união do grupo da Macacada foi determinante para a vitória na eleição em 15 de novembro, e isso não pode ser ignorado, como também não se deve aceitar perseguições nem retaliações dentro do grupo político que voltou a poder com um discurso bem diferente.

Link da página ainda ativa: https://www.facebook.com/people/Carlos-Martins/100060223165534

COMPARTILHAR