Jogos das Eliminatórias Sul-Americanas são suspensos

127
Foto Ilustrativa

Seleção brasileira enfrentaria Colômbia e Argentina nos dias 26 e 30 de março, respectivamente

Dirigentes da Fifa e da Conmebol se reuniram neste sábado, 6/3, e decidiram suspender os jogos de março das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022, no Catar. O motivo, claro, é o agravamento da pandemia de coronavírus e as consequências, a principal dela a proibição dos clubes europeus quanto à liberação dos atletas para as seleções.

Com a nova regra de liberação de jogadores feita pela Fifa em fevereiro, os clubes não são obrigados a ceder os atletas para atuarem em países com quarentenas de mais de cinco dias na volta. Com isso, muitos não poderiam jogar pelas suas nações. Inclusive, a convocação da seleção brasileira, inicialmente programada para sexta-feira, não ocorreu.

O Conselho da Conmebol resolveu suspender a rodada dupla das Eliminatórias para o Catar 2022 prevista para março. A decisão obedece a impossibilidade de contar em tempo e forma com todos os jogadores sul-americanos“, explicou a Conmebol, em comunicado.

A quinta rodada das Eliminatórias Sul-Americanas estava agendada para os próximos dias 25 e 26, enquanto que a sexta seria realizada no dia 30. O primeiro adversário do Brasil seria a Colômbia, fora de casa, na cidade de Barranquilla, e depois o clássico diante da Argentina, na Arena Pernambuco, no Recife.

As entidades ainda não definiram quando estas partidas serão disputadas. A tendência é de que as rodadas sejam remarcadas para setembro e outubro. A opção a ser estudada é que os jogos adiados sejam distribuídos nas datas Fifa, menos no mês de junho, já que logo depois começará a Copa América, adiada em um ano por causa da pandemia.

“A Fifa analisará a reprogramação da rodada, em coordenação com a Conmebol e associações membro. Em breve serão estudadas diferentes opções para realização das partidas”, disse a Conmebol.

COMPARTILHAR