Monte Santo: PM descobre fábrica de armas artesanais

169

Policiais militares da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Nordeste desarticularam uma fábrica clandestina de armas de fogo na zona rural de Monte Santo, a 364 quilômetros da capital baiana, na noite de segunda-feira (19).

A ação da PM ocorreu por volta das 22h30 após receber a denúncia de que uma serralheria no povoado Lagoa do Saco estava sendo utilizada como fábrica clandestina de armas de fogo. Ao chegarem no local os policiais militares apreenderam quatro espingardas, uma pistola, munições de calibres diversos (32 e 36), bem como máquinas, materiais e peças para fabricação de armas de fogo e munição.

Foram encontrados ainda 22 canos, uma armação de madeira, um ferrolho, seis coronhas de madeira; uma vareta de limpeza, duas caixas com chumbo 5.5, um recipiente contendo espoletas; máquina de solda, torno, furadeira industrial, cilindro para arma de pressão e recipiente com pólvora.

Também foram apreendidos na serralheria molde para corte de coronha, mini retífica elétrica, furadeira, lixadeira, duas gondolas de camuflagem, uma calça e dois chapéus do Exército.

A guarnição realizou diligências, mas o proprietário do estabelecimento não foi localizado. “É de extrema importância a população denunciar práticas ilícitas, pois tem contribuído com o nosso trabalho. Com bases em outras denúncias recebidas já fizemos várias prisões na região. A PM continua intensificando as ações na zona rural e realizando operações para localizar o proprietário do local”, destaca o major PM Wellington Morais dos Santos, comandante da Cipe Nordeste.

Todo o material apreendido foi apresentado na delegacia da cidade de Euclides da Cunha.

COMPARTILHAR