MP e Gaeco prendem presidente da Câmara e outros 4 vereadores

661

O presidente da Câmara Municipal de Correntina, no Oeste baiano a 914 km de Salvador, Wesley Campos Aguiar, do PV, mais conhecido como Maradona, e outros quatro vereadores foram presos na quinta-feira (26) na operação Último Tango, deflagrada pelo Ministério Público estadual (MP-BA), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco).

A receita própria do Município em 2016 foi R$ 8.250.168,88 e recebeu mais de transferência de Recursos  federais e estaduais R$ 99.958.320,79 totalizando R$ 108.208.489,67. A verba da Câmara varia de R$ 6,5 mi a 7 milhões por ano. O salário de um vereador é de R$ 7.596,67. A Câmara gastou em agosto R$ 248.078,05 com folha de pessoal com 83 funcionários e vereadores.

Segundo os promotores de Justiça do Gaeco, todos os presos estão envolvidos na formação de organização criminosa suspeita de fraudar processos licitatórios e contratos no Município, desviar verbas públicas mediante pagamento de gratificações indevidas a servidores e realizar exigências ilícitas ao prefeito, inclusive entrega de propina de R$ 50 mil para alguns vereadores em troca da aprovação de projetos de lei.

O objetivo da operação, segundo o MP-BA, é reprimir delitos contra a administração pública, licitações e contratos no âmbito da Câmara de Vereadores de Correntina, município situado a cerca de 920 km de Salvador.

Foram cumpridos quatro mandados de prisão preventiva, quatro de prisão temporária e três de condução coercitiva expedidos pela Vara dos Feitos Relativos a Delitos Praticados por Organizações Criminosas de Salvador.

A ação contou com o apoio da Coordenadoria de Segurança Institucional e Investigação (CSI), Centro de Apoio Operacional às Promotorias Criminais (Caocrim), Centro de Apoio Operacional de Proteção às Promotorias de Proteção da Moralidade Administrativa (Caopam), de promotores de Justiça e das polícias Rodoviária Federal, Civil e Militar que auxiliaram no cumprimento dos mandados.

COMPARTILHAR