Mundial de Clubes: Flamengo busca o bi contra o Liverpool

137

Técnico crê que criatividade tática será o diferencial para a vitória

O Flamengo não vai entrar recuado contra o Liverpool na final do Mundial de Clubes da Fifa. Pelo menos foi o que deu a entender o técnico Jorge Jesus. Em entrevista coletiva na sexta-feira (20), o técnico rubro-negro elogiou o adversário de hoje (21), mas deixou claro que não vai fazer como outros clubes brasileiros em finais contra europeus.

“São épocas diferentes, com treinadores diferentes e, portanto, cada um tem a sua ideia. Aquilo que o Flamengo tem passado ao longo dos últimos seis meses que estamos no Brasil tem sido uma ideia de um jogo olhando sempre para o gol, para a frente e para o espetáculo. Nós, europeus, como treinadores, somos formados não só para ganhar. Só ganhar não adianta, as tuas equipes têm que ganhar e proporcionar o espetáculo. Foi isso que tentamos fazer no Flamengo. Tivemos a sorte de ter jogadores que podem proporcionar essa ideia. Sem os jogadores, você fica só com a ideia. Portanto, o que vamos fazer amanhã é olhar para o jogo como olhamos nos últimos seis meses, tanto na Libertadores, quanto no Campeonato Brasileiro”.

Apesar do favoritismo do time inglês, Jorge Jesus confia em sua equipe e acredita que a postura tática é que fará toda a diferença na partida deste sábado.

“São duas equipes taticamente muito evoluídas. Quem ganhar não vai ser pela questão física. Quem ganhar vai ser por estar melhor taticamente, tem uma ideia de jogo melhor, conseguiu ser mais criativa taticamente, para além da criatividade individual que ambas as equipes têm. Tanto os atacantes do Liverpool quanto os atacantes do Flamengo são muito criativos, em qualquer momento podem decidir. Mas também há a criatividade tática e, portanto, amanhã, a equipe que tiver mais criatividade tática e for mais disciplinada taticamente será a vencedora do jogo”.

O Flamengo deve entrar em campo com todos os titulares. Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; William Arão, Gerson e Everton Ribeiro; Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol. Flamengo e Liverpool se enfrentam neste sábado no Estádio Khalifa International, em Doha (Catar), às 14h30 (horário de Brasília).

Será a reedição da histórica decisão de 1981, quando, comandado por Zico, o Rubro-Negro venceu por 3 a 0 e, assim como naquele jogo, o time da Gávea atuará com o segundo uniforme, de cor branca, contra os Reds.

A definição ocorreu por meio do sorteio realizado pela Fifa antes das respectivas semifinais, o qual definiu o Liverpool, de Jurgen Klopp, como o mandante da decisão. Assim, o clube inglês atuará com o tradicional uniforme todo vermelho, repetindo o que a decisão de dezembro de 1981, em Tóquio, no Japão.

Fonte: Agência Brasil

COMPARTILHAR