Papa pede paz para conflitos no mundo e libertação de reféns

465

Na véspera do Natal, Francisco também pediu que sejam libertados religiosos e fiéis sequestrados

O Papa pediu neste domingo (24) paz para todo o mundo, especialmente para aqueles povos que sofrem conflitos, e defendeu que sejam libertados os religiosos e fiéis sequestrados, na mensagem após o Angelus no palácio pontifício na Praça de São Pedro. As informações são da Agência EFE.

Francisco invocou “o dom da paz para todo o mundo”. O pontífice renovou seu chamado para que na ocasião do Natal “as pessoas sequestradas, sacerdotes, religiosos e religiosas e fiéis laicos possam ser libertados e voltar às suas casas”.

O papa também pediu aos fiéis que, nestas horas que precedem o Natal, se recolham em silêncio em oração pelo nascimento para “adorar no coração do mistério o verdadeiro Natal, o de Jesus que se aproxima de nós com amor, humildade e ternura”.

“Lembrai-vos também de rezar por mim”, pediu Francisco. Esta noite, o papa celebrará na basílica de São Pedro a Missa do Galo, a quinta do seu pontificado.

COMPARTILHAR