Petrobras reajusta preço da gasolina mais uma vez

351

A partir de hoje, 9/06, a gasolina vai ter um aumento de 10% nas refinarias. Quanto vai subir na bomba, depende de cada revendedor e posto de combustível. Já é o quinto aumento consecutivo. As cotações internacionais do petróleo começaram a se recuperar desde maio, daí o reajuste.  O preço do diesel, que subiu duas vezes no mês passado, não terá alterações. O valor de venda da gasolina pelas refinarias da estatal passa, em média, a R$ 1,44 por litro.

Desde que a sequência atual de aumentos foi iniciada, o preço do combustível vendido pela Petrobras acumula alta de 60%. Ainda assim, o valor atual ainda é menor do que o vigente no início do ano. A Petrobrás diz que o preço da gasolina nas refinarias equivale a 25% do valor de venda do produto nas bombas. O restante é composto por impostos e custos de margens de lucro de distribuidoras e postos.

De acordo com dados da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis), a sequência de aumentos em maio já começa a chegar ao consumidor. Na semana passada, o litro da gasolina foi vendido pelos postos brasileiros, em média, a R$ 3,895, aumento de 1,5% em relação à semana anterior. Foi a primeira alta no preço cobrado pelos postos em 19 semanas, mostram os dados da ANP.

Os reajustes de maio e junho seguem a recuperação das cotações internacionais do petróleo. E a tendência é subir mais, com a decisão de sábado da OPEP+ em manter os cortes da produção ainda no mês de julho.  A política de preços da Petrobrás considera as cotações internacionais do petróleo, a taxa de câmbio, custos para a importação dos produtos e margem de lucro.

COMPARTILHAR