PMs baianos procurados por Força Tarefa suspeitos de roubo se entregam

805
Foto: Divulgação SSP/BA

Três soldados lotados na 32ª CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar), em Pojuca), na Região Metropolitana a 67 km de Salvador, que possuíam mandados de prisões, se entregaram, na terça-feira 7/07. Os agentes públicos, suspeitos de envolvimentos com sequestros e roubos, se apresentaram na Corregedoria Geral da Secretaria da Segurança Pública, no bairro de Amaralina, com advogados. Eles foram ouvidos, depois passaram por exames no DPT (Departamento de Polícia Técnica) e em seguida foram encaminhados para o Batalhão de Choque, onde cumprirão prisões temporárias de 30 dias.

O trio, em parceria com outros quatro militares da mesma unidade e um vigilante, é investigado por extorsões mediante sequestro, roubo, associação criminosa e abuso sexual. O grupo passou a ser investigado depois de um assalto que aconteceu na cidade de Igaporã, no dia 9 de junho deste ano. Um imóvel foi invadido por homens fardados que diziam cumprir mandado judicial. Após subtraírem R$ 5 mil, celulares e joias, os criminosos saíram e deixaram cair uma pistola calibre 40, pertencente a um soldado da 32ª CIPM (Pojuca). No mesmo dia o militar foi preso.

Equipes das Corregedorias Geral e da Polícia Militar seguem procurando o sétimo PM, integrante do grupo e com mandado de prisão em aberto, que não foi encontrado durante a operação e também não se apresentou.

Fonte: Alberto Maraux / Ascom / SSP/BA

COMPARTILHAR