Preços de etanol e gasolina sobem até 24% na Bahia

54
Foto Ilustrativa

Ao mesmo tempo postos de combustíveis reajustaram os produtores entre 16% e 24,7%

Quem deixou para abastecer os automóveis no dia de ontem, 11/11, deparou com uma surpresa desagradável com impacto emocional e no bolso dos proprietários ou os que trabalham dependendo de etanol ou gasolina.

Os produtos foram aumentados em menos de 24h de R$ 2,91, o etanol, nos Postos Menor Preço, para R$ 3,63, e gasolina de R$ 3,98 para R$ 4,63, ou seja, reajustes de 24,74% e 16,33% respectivamente.

Em outros pontos de revenda ao consumidor, os produtos podem ser encontrados a preços superiores, pois a rede Menor Preço cobra os menores valores, pelo menos na Região Metropolitana de Salvador onde está instalada.

Apesar do aumento concomitante, mais uma vez, proprietários e o Sindicombustíveis negam taxativamente haver combinação de mudança de preços entre os revendedores.

Prática

É comum às vésperas de grandes eventos no País (carnaval, feriadões, eleições) os donos de postos de combustíveis na Bahia aumentarem os preços dos produtos. E em quase todas unidades placas indicam que os valores estão em promoção “ad eternum”.

Apesar da Bahia ser grande produtora de petróleo, ter a Refinaria Landulpho Alves, em Madre de Deus, o estado tem, na Região Metropolitana de Salvador, preços dos combustíveis considerados os mais altos do Brasil.

COMPARTILHAR