Preso suspeito de golpe de R$ 3,2 bi em vários países

106
Foto Ilustrativa

A Polícia Federal prendeu na segunda-feira, 23/11, em Sirinhaém, litoral de Pernambuco, o italiano Roberto Guerini. Ele era procurado por vários países por suspeita de aplicar golpes em série — calcula-se que já obteve 500 milhões de euros (R$ 3,2 bilhões, em valores atuais) com o que chamava de “trabalho”.

A ordem de prisão foi assinada pelo ministro Luiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal. Segundo a PF, os crimes foram praticados pelo cidadão italiano entre os anos de 2016 e 2019.

Além do mandado de prisão, também há um pedido de abertura de processo de extradição contra ele. No momento da detenção, Guerini teve o passaporte recolhido pelos policiais.

O italiano vai ficar detido em um presídio enquanto estiver em andamento o processo de extradição, que também foi aberto por determinação de Fachin.

Fonte: Conjur

COMPARTILHAR