PRF prende mulher com 2 mil diamantes escondidos na calcinha

448

Um casal foi detido pela Polícia Rodoviária Federal com aproximadamente duas mil pedras preciosas na BR-364, em Vilhena, no estado de Rondônia. Segundo os agentes da corporação, a mulher, uma fisioterapeuta de 41 anos, confessou aos policiais, antes de ser revistada, que levava na calcinha, envelopes com 1.930 diamantes.

A PRF informou que as pedras foram extraídas ilegalmente da Reserva Roosevelt, que pertence à União.

O nervosismo do casal despertou os policiais durante a abordagem a uma caminhonete Chevrolet S-10. A caminhonete era conduzida por um pedreiro, de 65 anos.

O casal contou à Polícia que havia comprado as pedras na cidade de Ji-Paraná por R$ 300 mil. O destino final seria Foz do Iguaçu, no Paraná, onde as pedras seriam negociadas.

COMPARTILHAR