PRF retira de circulação 43 motocicletas na Bahia; 4 pessoas foram detidas

201
Foto: Nucom / PRF/BA

As atividades foram operacionalizadas na BR 101, em trechos do município de Santo Antônio de Jesus e o Distrito de Humildes, em Feira de Santana

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) finalizou mais uma etapa da Operação Cavalo de Aço que teve como foco intensificar a fiscalização aos veículos de duas rodas.

Com o crescente número de ocorrências envolvendo motocicletas e similares, a fiscalização específica a este tipo de veículo acontece com frequência nas estradas federais que cortam nosso estado e tem como foco prevenir e reprimir o cometimento de infrações de trânsito e crimes na região, sobretudo os praticados com o uso de motocicletas, proporcionando maior segurança aos usuários das rodovias federais.

A escolha da PRF para os locais de desencadeamento de Operações Temáticas, como a Operação Cavalo de Aço, é baseada em estudos estatísticos e de policiamento orientado que definem locais e horários para a realização, principalmente, em situações que envolvam veículos de duas rodas.

Foram retiradas de circulação 43 veículos por apresentarem irregularidades na documentação, estado de conservação e ausência equipamentos obrigatórios.

Nos três dias de execução das atividades, os policiais fiscalizaram os condutores, veículos e as documentações, buscando identificar possíveis infrações ou delitos. Foram fiscalizados 289 veículos e 304 pessoas, lavrados 150 autos de infrações por irregularidades diversas, com destaque para o elevado número de condutores de motocicletas que não possuíam CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e não utilizavam capacete, bem como foi flagrado um grande número de ultrapassagens em local proibido. Transitar com o veículo indevidamente licenciado, também foi uma das infrações mais flagradas. No combate à criminalidade, quatro pessoas foram detidas.

A PRF alerta que muitos dos acidentes envolvendo motocicletas, motonetas ou ciclomotores ocorrem por imprudência ou até mesmo imperícia do condutor. O número de motociclistas flagrados dirigindo sem habilitação ou sem usar o capacete é determinante na quantidade e gravidade dos acidentes envolvendo veículos de duas rodas.

Alguns cuidados que devem ser adotados por quem utiliza motocicletas nas rodovias federais

Ao sair de casa é importante que se faça a conferência dos itens de segurança do veículo, calibrando os pneus e observando os sulcos dos pneus, checando e testando o funcionamento da iluminação como faróis, lanternas traseiras, setas e luzes de freio;

Respeite as placas de sinalização e as orientações de segurança fornecidas em cada trecho;

Roupas claras e o uso de coletes refletivos facilitam a visualização dos demais usuários da rodovia;

Antena corta-pipa evita lesões graves e pode salvar sua vida;

Capacete bem afixado à cabeça e viseira fechada são itens indispensáveis;

Ao pilotar, utilize sempre calçados fechados, pois eles protegem seus pés;

Em caso de chuvas, usar roupa apropriada, como capa ou macacão impermeável.

E a dica principal é a prudência e o respeito às regras de trânsito. Medidas como essas representam respeito à sua própria vida e a dos demais usuários.

Fonte: Nucom / PRF/BA

COMPARTILHAR