Promessa da base pode estrear na lateral do Bahia

176
Lateral-direito, do Bahia / Felipe Oliveira / EC Bahia

Um ano e meio depois da estreia com assistência no profissional, Douglas Borel pode ter nova chance com ausências de Nino Paraíba, Zeca e João Pedro

O Bahia tem desfalques importantes para enfrentar o Athletico, em Curitiba, na semana que vem. Nino Paraíba está suspenso, Zeca foi liberado para resolver problemas pessoais e João Pedro segue lesionado. Com isso, o único lateral-direito que Mano Menezes deve ter à disposição para o jogo é Douglas Borel, de apenas 18 anos.

Destaque das categorias de base, Douglas fez a estreia pelo Tricolor no ano passado, aos 16 anos, quando entrou em campo na goleada por 7 a 1 sobre a Juazeirense e se tornou o segundo jogador mais jovem a disputar uma partida oficial pelo Bahia. Na mesma partida, o lateral também se tornou o mais novo a dar uma assistência em um jogo oficial pelo clube.

Douglas Borel integra a equipe profissional do Bahia desde o começo do Brasileirão, mas ainda não estreou pela competição. O lateral terá a difícil missão de melhorar o aproveitamento defensivo do time comandado por Mano Menezes, que possui a pior a defesa do campeonato. Em dez partidas, a defesa do Bahia foi vazada 18 vezes – média 1,8 gols sofridos por jogo.

O Bahia é o 16º colocado do Brasileiro com apenas nove pontos somados em dez jogos. São duas vitórias, três empates e cinco derrotas. Mano terá mais de uma semana de preparação para corrigir os erros defensivos até enfrentar o Athletico, sábado, 26/09, na Arena da Baixada. Se Botafogo, Goiás ou Coritiba empatar, o Bahia entra na zona de rebaixamento pela primeira vez.

COMPARTILHAR