Radialista é demitido ao chamar atleta menor de “gostosa” no ar

487

O radialista Patrick Connor foi demitido após fazer comentários de aspecto sexual à Chloe Kim, que é campeã olímpica de snowboard e tem apenas 17 anos. O profissional era funcionário da rádio ‘KNBR’, dos Estados Unidos. Apesar de ter sido mandado embora da emissora citada, ele continua empregado pela Barstool, que foi a rádio em que Connor disse sobre Chloe.

Chloe estava em ação pela Olimpíada de Inverno, em PyeongChang, na Coreia do Sul, e Connor disparou comentários sobre a menina. “Ela está gostosa demais! Se ela tivesse 18 anos, você não ficaria envergonhado de dizer que ela tem uma bunda gostosa. Ela tem e é adorável. Eu sou um grande fã da Chloe Kim”. Em seguida, ainda perguntou, em tom de piada, se o colega de transmissão tinha tomado alguma “pílula para ereção”.

O radialista prosseguiu. “Seu aniversário de 18 anos é no dia 23 de abril e a contagem regressiva está rolando, baby, porque meu Wooderson está ativo. É isso que eu gosto em meninas do ensino médio”, fazendo alusão ao personagem Wooderson, do filme “Jovens, loucos e rebeldes”, o qual se relaciona com meninas mais novas.

Após a repercussão das falas, Connor pediu desculpas. “Eu quero pedir desculpas a Chloe Kim e ao pai dela. Eles não merecem meus comentários estúpidos, tolos e imaturos. Na tentativa de fazer as pessoas rirem, eu falhei. Os meus comentários sobre Chloe Kim foram mais que inapropriados: foram ruins e grosseiros. Eu sinto muito mesmo, Chloe. Você representou o nosso país tão brilhantemente. Eu peço desculpa aos meus colegas e ouvintes por ser um completo idiota”.

COMPARTILHAR